Dance Comigo

Tempo estimado de leitura: 3 horas

    18
    Capítulos:

    Capítulo 14

    Em uma aula de dança tudo pode acontecer

    Álcool, Hentai, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo

    Não sentia muito ânimo de se levantar e ir pra escola. Mesmo assim quando o despertador tocou ela se levantou e se arrastou para o banheiro, olhou-se no espelho por um tempo, seus cabelos estavam emaranhados, Sakura sempre se mexia muito enquanto dormia, passou a mão por ele para ajeitá-lo, estavam compridos, coisa que a rosada não gostava muito, por isso viviam presos. Lavou o rosto, escovou os dentes,e fez uma trança frouxa. Voltou para o quarto,vestiu o uniforme e

    desceu para tomar o café da manhã.

    –Bom dia gatinho!

    –Bom dia princesa, dormiu bem?

    –Sim, tanto que nem queria ir pra aula, mas fazer o que.

    –Prometo tirar um dia de folga no trabalho para nos divertimos.

    A rosada sorriu.

    –Vou cobrar.

    Sakura bebeu o suco e comeu a torrada pensativa. Aquele dia seria o ultimo em que daria aulas a Sasuke Uchiha.

    –Vou indo.

    Levantou colocando a louça suja na pia.

    –Bom dia na escola.

    –Você também no trabalho.

    Antes de passar pela porta ela encarou seu pai.

    –Ei!

    –Hum? Saito a encarava.

    –Juízo.

    E fechou a porta antes de ser atingida pelo pedaço de torrada que seu pai atirara.

    Como aquela garota era insaciável. Se não fosse um solteiro convicto pediria Karin em casamento, ela era insaciável e criativa, fez coisas com suas partes que ele nem sabia que eram possíveis. Andava sorridente pelos corredores. Estava de volta, sem pensamentos idiotas e louco para o fim de semana chegar e sua fênix voar.

    Avistou Gaara mais a frente, tinha um sorriso de satisfação nos lábios, pelo visto sua noite foi tão boa quanto a dele.

    –E aí?!

    –Fala.

    Tocaram as mãos.

    Gaara o encarou.

    –As coisas foram boas ontem a noite hein.

    –Nem fala, estou até com lá dolorido.

    O ruivo riu.

    –Te garanto que a minha foi tão boa quanto a sua.

    Antes de continuarem a conversa viram algo que quase fez seus queixos caírem, Neji vinha caminhando segurando a mão da tal Kin, era primeira vez que o Hyuuga aparecia de mãos dadas com uma garota, aliás, nenhum deles fazia isso pois podia tirar as chances de saírem com alguma outra que lhes interessassem.

    –Pelo visto o plano dele deu certo.

    –Só quero ver se isso vai durar. Completou o moreno.

    Tudo ia tranqüilo durante a aula, apesar do professor Iruka ser severo, gostava da disciplina, sempre gostou de biologia, quem sabe no futuro não se tornasse uma médica?!

    Durante a explicação algo que todos os alunos estranharam aconteceu, Iruka travou. Olhou para a porta que estava aberta e suspirou. Ninguém entendeu nada, mas resolveram deixar pra lá, até que Sakura viu Kurenai passar pela janela, era isso, Kurenai andava arrasando corações pela escola, alem de Asuma e Kakashi, agora também o professor Iruka andava suspirando por ela. Aquilo com certeza não ia prestar, pensou a cerejeira. A próxima aula após o intervalo seria a dela, Sakura se inquietava só de imaginar, talvez arrumasse um atestado para fugir da

    mesma.

    Quando o sinal bateu ela fez como

    costumava, ajeitou suas coisas calmamente, pegou seu chocolate e depois de todos terem saído é que foi para o intervalo. Sentou debaixo da árvore de sempre e comeu seu chocolate ouvindo música. Enquanto comia observava o pátio.

    Era interessante observar as pessoas daquela escola. Ino, Hinata, Tenten e Temari se sentavam em uma mesa separada e eram observadas por várias pessoas, muitas meninas retraídas

    as encaravam, talvez desejando ser como elas. Em outra, estavam os garotos populares...Neji, Sasuke, Naruto , Gaara e Shikamaru. Sakura estranhou ver uma garota junto a Neji, sentada entre as pernas dele, foi curioso ver Tenten olhar a cena e se levantar bufando raivosa, sendo seguida por Hinata que gritava seu nome. Estranhou também Shikamaru não

    estar do lado da namorada ou se agarrando por aí, por vezes já os encontrou em situações impróprias em lugares impróprios.

    Depois de comerela se lavantou e bateu as mãos nas calças para tirar a grama presa, caminhou calmamente para os corredores afim de encontrar um bebedouro antes do sinal bater.

    Ia escutando uma música qualquer quando avistou um, ficou feliz pro estar vazio, havia somente um garoto parado ao lado, um garoto estranho por assim dizer, tinha os cabelos azuis sobre o rosto e os olhos violeta, vestia uma jaqueta preta por sobre as roupas da escola, a gravata obrigatória a todos os garotos

    estava frouxa em seu pescoço e nos pés usava botas visivelmente surradas. Hesitou um pouco em ir até lá mas não deixou se abalar, caminhou até o bebedouro e se agachou tomando a água sem nem sequer lhe dirigir o olhar.

    –Bela bundinha!

    Sakura se engasgou com a água, levantando apressada. Após se recompor o encarou indignada.

    –O que disse??

    Ele a encarou e sorriu com a lateral dos lábios.

    –Disse que tem uma bela bundinha.

    –Como se atreve... foram interrompidos pelo sinal tocando.

    –Nos vemos por aí.

    Ele se desencostou da parede e passou a caminhar despreocupadamente pelo corredor já abarrotado de gente.

    Sakura ficou sem fala.

    Todos estavam reunidos na quadra para esperar o inicio da aula. Toda aula de educação física era feita com duas salas, naquela aula em especial, a desculpa era de aproximar mais os alunos. Kurenai chegou sorridente, a maioria dos estudantes do sexo masculino a encarava, era uma bela morena.

    –Bom, todos a postos, vou começar a formar os pares.

    Sakura suspirou e ficou de pé.

    A garota ruiva que vivia correndo atrás de Sasuke estava lá, hoje a aula seria junto com sua turma. Quando Kurenai afastou a tal garota de Sasuke, a mesma só faltou fazer um escândalo.

    Sakura acabou por ficar com um aluno da outra sala do qual nem se lembrava o nome.

    –Continuando de onde paramos na ultima aula.

    –Quando vamos poder dançar alguma coisa de verdade?? Perguntou Naruto .

    –Quando aprenderem a apreciar uma boa valsa. Agora dançando!!

    Aquele não era melhor do que os outros, a guiava com o maior descaso, sea rosada não prestasse atenção acabaria sendo pisoteada já que seu parceiro parecia estar mais interessado em flertar com as garotas de sua sala.

    –Se forem bem hoje, vou lhes mostrar algo novo!

    Alguns pareceram se entusiasmar com a noticia.

    –Só espero que seja uma dança de verdade! Cochichou Naruto a Gaara quando passou por ele junto a sua parceira.

    Assim foi até poucos minutos antes da aula acabar. Por vezes ouvira Kurenai elogiar o Uchiha. Mesmo não gostando, tinha que admitir, sentia orgulho por isso. Quando finalmente a professora encerrou a aula, seu parceiro a soltou como se não suportasse mais ficar perto dela, e pra ela...também foi um alivio.

    –Quero mostrar algo diferente pra vocês hoje! Sentem-se.

    Todos os alunos caminharam para a arquibancada e começaram a cochichar.

    –Primeiro vou precisar de dois voluntários.

    Ninguém tinha coragem de se expor assim na frente dos outros, principalmente porque se fizesse algo errado seria motivo de chacota para toda a escola.

    –Ninguém? Perguntou Kurenai já começando a se irritar pela falta de interesse de seus alunos.

    –Eu vou!!! O loiro hiperativo gritou da ultima fileira e desceu correndo recebendo risinhos e palavras de zombaria dos amigos.

    –Muito bem senhor Uzumaki!!! E agora, uma menina...

    A maioria olhou para o lado, jogou o cabelo no rosto ou abaixou a cabeça, Sakura achou aquilo bem engraçado.

    –Senhorita Haruno, faça o favor.

    –O que?? Sakura se levantou assustada.

    –Por favor, acompanhe o senhor Uzumaki na demonstração.

    Ela estava perplexa! Como Kurenai podia fazer uma coisa daquelas com ela?

    Desceu as escadas resignada e ouvindo os comentários dos colegas que não tiravam os olhos de si. A maioria era zombando de sua aparência, ou dizendo que ela era incapaz de colocar um pé na frente do outro, ou apostando que ela cairia antes do primeiro passo de dança. Passou por Sasuke e não ousou encará-lo, podia adivinhar o que ele estava pensando.

    Chegou ao centro da quadra e o barulho cessou, todas as atenções estavam voltadas para eles dois.

    –Oi! Disse Naruto lhe dando um sorriso simpático.

    –Oi...responsdeu a rosada suspirando.

    –Hoje quero mostrar algo diferente pra vocês, algo que não estão acostumados a ver. Uma dança tipicamente latina.

    Sakura apertou os punhos ao ouvir aquilo, prendeu a respiração e sentiu seu sangue gelar.

    –A salsa!

    Maldita Kurenai!

    Ela sabia que Sakura não dançava em publico, que não gostava de se expor...que desde a morte de sua mãe nunca mais ousou dançar pra ninguém. Guardaria tudo que ela havia lhe ensinado para si.

    Do jeito que ficou nervosa nem seria preciso errar os passos de propósito.

    –Bom, postura de dança por favor.

    Naruto se aproximou e pegou sua mão, ato que fez a cerejeira soltar o ar.

    –Ei, calma, também não sei o que estou fazendo mas vamos nos dar bem.

    As palavras do loiro eram gentis mas não a acalmaram muito.

    –A salsa é uma dança rápida, e sensual. Toda a beleza dos movimentos se encontra na parceira.

    A morena se direcionou aos dois.

    –Comecem com um passo pra frente e outro pra tras.

    Aos poucos os dois foram fazendo os passo, Sakura quase caiu pra trás com o tamanho da investida de Naruto sobre si, fato que fez todos gargalharem.

    –Não tenham pressa, vão no seu ritmo. Agora tente cruzar os pés.

    Kurenai acalmou a turma e se direcionou ao equipamento de som disponível no canto do lugar.

    –Talvez com uma música os dois desenvolvam mais.

    Então aquele som começou a tocar. A salsa favorita de sua mãe. Em um movimento de distração algo aconteceu. No movimento de troca das pernas Sakura se embolou e caiu. Bateu com tudo as costas no chão. Kurenai cortou a musica e todos os burburinhos cessaram. Sasuke se levantou assustado e no mesmo instante em que todos se calaram, começaram a rir. Kurenai estava pronta para correr e ajudar sua aluna quando viu um garoto descer as arquibancadas calmamente. As garotas recuavam o corpo pra longe quando o viam passar por perto delas. Ele retirou a jaqueta e a gravata as jogando no chão de qualquer jeito.

    Naruto encarou Sakura no chão sem saber o que fazer, se ajudasse a nerd da sala seria mal visto pelos outros, mas não a ajudar o fazia se sentir mal.

    A garota se sentou e passou a mão nas costas devido a dor do impacto, até ouvir uma voz.

    –Levante.

    Sakura levantou o olhar e encontrou os mesmo olhos violetas da hora do intervalo.

    –Não preciso da sua ajuda.

    Ela se levantou e sentiu o garoto puxar sua cintura para si.

    –O que pensa que está fazendo??? A rosada se assustou com a ousadia daquele garoto, alem de se sentir humilhada agora passava por mais aquilo na frente de todos.

    –Sei que sabe o que estou fazendo, não precisa fingir.

    O garoto pegou sua mão e se pôs em posição de dança.

    Ao notar aquilo Kurenai mais uma vez soltou a musica, e algo que ninguém esperava aconteceu.

    –Me mostre o que sabe fazer.

    Sussurrou o jovem em seu ouvido.

    Ele puxou seu quadril para junto do seu com força. Sakura se assustou e o encarou nos olhos. Ele parecia saber o que estava fazendo.

    Os passos começaram tímidos, ele soltou sua mão e colocou as duas em sua cintura, Sakura começou a balançar o quadril acompanhando o ritmo da musica, aos poucos os pés começaram a seguir os quadris.

    Em momento algum os olhos de ambos se desgrudaram.

    A rosada jogou o braço em torno do pescoço do jovem e passou a jogar os quadris para os lados. No mesmo instante ele sorriu e jogou corpo com impulso pra frente, Sakura o acompanhou e sentiu a respiração quente do mesmo em seu pescoço, na volta ele a puxou para si, ela o soltou e girou com tudo tento sua mão segurada e mais uma vez girou sendo puxada por ele que parou em suas costas.

    Ela balançou os braços com delicadeza , imitando pequenas ondas . Passo que sua mãe lhe ensinou sendo essencial nesta dança, afinal a salsa é cubana, e cuba é uma ilha com ondas incríveis.

    Ele a pegou pela cintura e a virou para si, segurou sua mão e investiu com ela em passos rápidos, ela se deixou-se levar e ate sorrir, nunca dançou com ninguém assim antes, a não ser Sai.

    Levou os braços pra cima e escorregou o corpo sobre o dele. Mais uma vez ele a pegou e tombou-a segurando com apenas um braço, passou a mão pelo seu pescoço descendo até entre os seios e parando mais uma vez na cintura. Ele a levantou e ela colocou sua testa na dele deixando os braços livres e acompanhado seus passos. Ele se ajoelhou segurando sua mão, Sakura cruzou os pés em um passos rápido e levantou a perna dando um chute no ar, o jovem se levantou e a pegou com força juntando mais uma vez seus corpos e a jogando pra trás, Sakura afastou uma perna a deixando escorregar para o lado e jogou a cabeça com força pra trás soltando a bela cascata cor de rosa de sua trança mal feita.

    A musica parou e ela o encarou, imóveis ele se olharam.

    –Uau!

    Puderam ouvir Kurenai dizer.

    A rosada se levantou e se afastou do rapaz tentando ajeitar as roupas.

    O sinal bateu em meio ao silencio do lugar. Vendo que poucos se mexeram, Kurenai tentou intervir.

    –Bem, estão dispensados.

    Do mesmo jeito que chegou ele se foi, pegou sua jaqueta e a gravata no

    chão as jogando sobre os ombros, Sakura ficou parada no mesmo lugar

    evitando olhar para os lados, sentia vários olhos sobre si enquanto os

    alunos saiam da quadra.

    Kurenai se aproximou mas antes que começasse a falar a rosada posse a

    andar a passos firmes tentando fazer novamente uma trança nos cabelos.

    CONTINUA...


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!