Redenção

Tempo estimado de leitura: 2 horas

    18
    Capítulos:

    Capítulo 11

    Eu não me importo se você não me quer eu sou sua agora

    Álcool, Hentai, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoiler, Violência

    Sasuke arregalou os olhos

    O silencio agora era presente no local, Sakura então deu o primeiro passo em direção ao ninja mas o Uchiha segurou seu braço a travando

    -Sakura, o que pensa que está fazendo?

    -Eu já disse, confie em mim.

    E retirou a mão grande de si indo em direção ao ninja

    -E então Sano-kun, luta comigo?

    Sano observou a figura pequena.

    -Sakura, não sei se seria uma boa ideia...

    -Ah...por favor, preciso treinar, e quem sabe é um estímulo pra essa nova geração.

    Sano ergueu o olhar para o Uchiha mais adiante e os voltou para a rosada

    -Tudo bem então.

    Sakura sorriu

    -Não pegue leve.

    E começou a recuar desamarrando o nó da capa retirando-a do corpo e a jogando em um canto.

    Os ninjas pararam o que faziam e foram o observar o que acontecia

    Os comentários sobre o corpo da Haruno não passaram despercebidos pelo Uchiha que instintivamente levou a mão ao cabo de sua Kusanagi.

    Ficaram parados se olhando por alguns instantes, Sakura notou que ele não daria o primeiro passo então ela deu, fez umas das coisas mais simples e curiosas que um ninja poderia fazer.

    Pegou uma kunai na pequena bolsa presa na lateral da perna e atirou no ninja a poucos metros dela.

    Sano desviou com facilidade.

    Alguns se encararam.

    Então ela repetiu o ato, pegou outra kunai e atirou em Sano, que pegou a mesma no ar antes de o atingir e a jogou no chão

    -Serio isso?

    Alguém comentou.

    -Sasuke-sama, o que ela está fazendo?

    Hiroki perguntou se aproximando do Uchiha

    -Eu não sei o que passa na cabeça dela...

    Disse simplesmente

    E mais uma vez a rosada pegou a arma ninja e atirou em seu oponente, no instante seguinte o enorme ninja não estava mais diante dela

    -Finalmente...

    Sussurrou

    Quando o barulho do metal atingindo o chão se fez presente pode sentir

    Estava atrás dela

    Mas não se movimentou, ficou ali esperando o golpe

    Ele a segurou por trás e a abraçou.

    -Ela deixou?

    Mais um ninja que via tudo aquilo comentou

    “-O que você pretende Sakura?”  Sasuke se questionava vendo Sano apertar o fino corpo da rosada que não fazia nada

    Ela nem ao menos colocou suas típicas luvas de batalha

    -Desculpe Sakura-chan

    Sano disse em seu ouvido antes de elevar o frágil corpo do chão

    Sasuke se surpreendeu, ele ia mesmo machuca-la?

    Então começou a apertar, e a pele antes branca passou a ficar vermelha e a expressão da cerejeira começou a se transformar.

    -Sano vai quebrar ela toda! Hiroki disse

    Levou a mão a sua Kusanagi

    Porque ela não reagia?

    -Quando quiser que pare é só você pedir.

    Ele disse mais uma vez a rosada e continuava apertando

    Sakura mordeu os lábios quando os sons dos ossos estralando começaram a ser ouvidos

    -Sasuke-sama, faça alguma coisa! Hiroki disse

    Mas naquele instante Sakura olhou pra ele, seu olhar era intenso, ferino, mortal

    E ele não saiu do lugar

    -Ela sabe o que está fazendo.

    Respondeu simplesmente

    Midori o encarou e depois a cena a sua frente

    Todos podiam escutar os ossos da Haruno, os cabelos rosados caindo pelo rosto, a pele ficando roxa a medida que a pressão aumentava.

    -Sakura, vai mesmo me deixar fazer isso?

    Sano perguntou, mas a rosada nada respondeu.

    Ela apenas sorriu

    Puxou o pouco de ar que seus pulmões pressionados permitiam e sussurrou

    -Achei que fosse mais forte, Sano-kun

    O ninja se surpreendeu

    Então a cerejeira tomou um impulso e jogou com tudo a cabeça pra trás, acertando o rosto do enorme ninja.

    E por Kami, sua cabeça parecia feita de um bloco de chumbo tamanho o peso.

    Sano a largou levando imediatamente a mão ao rosto.

    O sangue escorria

    Sakura então se levantou e ajeitou os cabelos, as marcas roxas começando a sumir do corpo o tornando tão liso e alvo quanto antes.

    -Acho que podemos começar.

    Midori levou a mão a boca espantada

    Sasuke retirou a mão de sua Kusanagi e sorriu com a lateral dos lábios

    Sano olhou para Sakura, aquele ar amistoso que ele tinha já não estava mais lá, então avançou sobre ela com força e velocidade.

    Mas assim como antes, Sakura não saiu do lugar.

    Cruzou os braços na frente do corpo parando o golpe  antes que a atingisse, a intensidade do impacto foi tanta que saiu a arrastando do lugar.

    Os golpes do ninja mais poderoso de Otogakure aparentemente não faziam efeito na flor de Konoha.

    Quando a poeira abaixou ela sentiu o peso sobre si

    Sano caiu com tudo sobre ela e começou a distribuir uma infinidade de socos em alta velocidade com os punhos cobertos de chakra.

    A rosada estava deitada no chão, com aquele homem enorme sentado sobre si.

    O corpo pequeno da cerejeira só se mexia acompanhando os espasmos dos golpes que recebia.

    Alguns ali não conseguiam acompanhar a velocidade dos socos que eram desferidos no rosto da Haruno.

    Hiroki olhou para Sasuke, que apenas permaneceu parado no mesmo lugar.

    -Meu Deus, ele vai matá-la!

    Midori disse apavorada.

    Quando Sano finalmente parou de socar devido o cansaço, ofegava fortemente.

    O soco que recebeu o fez voar alguns metros para longe, o corpo caiu no chão fazendo um enorme barulho.

    Sakura então se levantou

    Olhos arregalados observavam seus movimentos

    O filete de sangue que escorria pela lateral de seu lábio inferior foi retrocedendo e simplesmente sumiu.

    Passou o antebraço no local constatando que o mesmo estava intacto.

    Caminhava diretamente até o corpo que começava a se levantar.

    Ele a olhava com um olhar mortal.

    Então pode ver algo nos olhos do ninja, um tom amarelado diferente...

    Assim que ele se pôs de pé sentiu seu corpo ser atingido novamente

    Sakura se jogou sobre ele e fincou os punhos no chão cravando sua carne nos buracos que formaram pelo impacto

    Estava praticamente deitada por cima dele

    O ninja se remexeu e então a rosada aumentou a pressão, a força era tanta que os corpos de ambos afundavam na cratera recém-formada.

    Mas então quando ele ia abrir a boca Sakura se inclinou e levou seus lábios de encontro aos dele.

    Por sobre a máscara que cobria parte de seu rosto

    Sano arregalou os olhos juntamente com todos ali presentes

    Sasuke apertou o cabo de sua espada com força com uma mão enquanto sentia as unhas entrando em sua carne na outra tamanha a força com que a apertava.

    Então a cerejeira se ergueu e olhou para a figura abaixo de si.

    Estranhou de inicio

    -Sakura...

    Ele disse num tom baixo

    Mas então a tosse veio

    Instantes depois o sangue escorreu do canto de um dos olhos do ninja que já voltava para a coloração normal.

    A rosada retirou as mãos fincadas sobre o solo e se levantou.

    -É melhor leva-lo ao hospital, o veneno faz efeito em vinte minutos.

    Disse assim que se pôs de pé.

    Alguns olhavam para a figura parada apenas com algumas marcas na roupa antes impecável, outros para o ninja que tossia preso ao chão.

    Sakura ergueu o olhar para aquelas pessoas paradas ali.

    -Ou ele morre!

    Hiroki pareceu cair em si e começou a falar

    -Rápido, me ajudem a levar o Sano-san ao hospital imediatamente.

    A movimentação no ambiente começou novamente

    Sakura já podia ouvir buchichos.

    Sorriu satisfeita

    Então foi até sua capa caída mais adiante e a envolveu em seu corpo mais uma vez.

    -Vou acompanha-lo até o hospital.

    Disse e se virando ao sentir a presença atrás de si.

    Os olhos ônix estavam sobre ela

    -Me sentiria culpada se algo de mais grave acontecesse.

    Sasuke nada disse, apenas o peso de seu olhar já demonstrava todo seu descontentamento.

    Após terminar o nó ela apenas passou por ele e caminhou até a saída.

    O Uchiha passou a mão pelos cabelos e se virou encontrando olhares questionadores

    -Dispensados!

    Disse também se encaminhando para a saída.

    Quando chegou em casa já era noite, abriu a porta retirando suas botas e a capa, não viu Sasuke pelo ambiente então subiu as escadas.

    Assim que adentrou no quarto e acendeu as luzes pode ver a figura do moreno sentada sobre a cama.

    -O que está fazendo sentado do escuro?

    Disse casualmente

    Sasuke a encarou.

    Seu olhar era severo

    -A propósito, o Sano está bem, obrigada por perguntar.

    E se encaminhou até o armário pegando uma muda de roupa.

    Quando se virou ele ainda permanecia em silencio.

    Sakura suspirou

    Chegou próxima a ele e se ajoelhou, ergueu a mão para tocar em seu rosto mas Sasuke desviou.

    Baixou a cabeça resignada e se levantou.

    -Tudo bem, quando quiser falar comigo fique à vontade. Eu vou tomar banho.

    E saiu do aposento.

    Soltou o ar pesadamente assim que adentrou no banheiro, retirou as roupas com calma e abriu a torneira do chuveiro erguendo a mão para checar a temperatura da água, estava quente, do jeito que gostava.

    Assim que foi dar o primeiro passo para debaixo da água sentiu a mão envolver a sua ainda erguida e uma outra tocar seu ventre.

    Sasuke a empurrou pra debaixo da agua e espalmou a mão da rosada na parede sobre a sua, sentiu os dedos descerem de seu ventre passando pelos poucos pelos até chegarem a seu ponto de prazer.

    Suspirou.

    Então ele começou os movimentos circulares na região e Sakura afastou mais as pernas.

    O Uchiha beijou seu pescoço e o mordeu, dando um leve chupão em seguida.

    Sakura soltou um gemido baixo.

    Podia sentir a excitação do moreno encostando em seus glúteos.

    Ele acelerou o movimento dos dedos e a Haruno apertou seu braço com a mão livre.

    Jogou a cabeça pra trás começando a rebolar.

    Por fim ele levou os dedos até sua entrada e os introduziu lentamente enquanto esfregava seu órgão duro no vão entre suas nádegas.

    Sakura jogou a cabeça pra trás sentindo a agua quente batendo contra seus corpos

    Gemeu...

    -Sasuke...

    Ele introduzia com força e retirava, para em seguida voltar ao clitóris inchado.

    Sakura rebolava na mão do moreno com vontade

    O Uchiha mordeu seu ombro e estocou os dedos mais fundos fazendo a rosada soltar um leve gritinho

    -Ah..eu vou

    Disse em meio a mais uma estocada

    Rebolava com tudo sobre a enorme mão do moreno

    Mas então ele retirou os dedos de dentro dela e soltou a mão ainda presa na parede de azulejos claros, se afastando.

    Sakura estava ofegante

    -Mas o q...

    Só deu tempo de ver o moreno enrolando a toalha na cintura e saindo do banheiro.

    Abriu a boca sem entender.

    Fechou a torneira e pegou a outra toalha, passando-a pelo corpo.

    -O que foi aquilo?

    Perguntou chegando ao quarto.

    Ele estava parado passando uma toalha menor pelos cabelos negros.

    Sasuke nem se preocupou em dirigir o olhar a ela.

    Sakura ergueu as sobrancelhas

    -Está me punindo?

    Finalmente ela ganhou sua atenção

    -Está me punindo por mais cedo, é isso?

    Ele a considerou por alguns instantes e voltou a enxugar os cabelos.

    Sakura se aproximou irritada e puxou o braço do moreno que soltou a toalha

    Ele a encarou

    -Fale!

    Foi incisiva

    -Agora sabe como me senti.

    A expressão de fúria se formou no rosto da cerejeira.

    -Então agora é assim que você age, pensei que tinha deixado de ser um vingador!

    Sasuke franziu o cenho

    -Como acha que eu me senti vendo você fazendo aquilo? Afinal, o que deu em você pra fazer aquilo?

    -Foi um favor! Katsuo me pediu pra ajudar a recrutar kunoiches, que melhor jeito de fazer as mulheres de Oto terem interesse no mundo ninja a não ser derrotando o ninja galã mais forte da vila?!

    Ele ainda a mirava

    Desviou o olhar e passou por ela

    -E precisava beija-lo?

    Sakura suspirou resignada.

    -Eu também precisava recrutar ninjas médicos! Dentro das mangas das roupas novas que você detesta eu guardo vários tipos de venenos diferentes, tinha de arrumar um jeito de passar para ele sem que percebesse... e nem foi um beijo de verdade, ele estava de máscara.

    Sasuke se lembrou do momento que a rosada passou o antebraço sobre o corte já curado no lábio inferior.

    Estava colocando veneno no local...

    Sakura se aproximou e tocou nas costas do Uchiha.

    Ele não desviou

    -Eu sei que ficou preocupado, mas está tudo bem.

    Então foi até diante o moreno e lhe sorriu com a lateral dos lábios

    -Vai ficar zangado por quanto tempo?

    Sasuke desviou o olhar mas a rosada se aproximou

    -Não tem mais veneno nos meus lábios, você quer ver?

    A cerejeira ficou na ponta dos pés e beijou o queixo másculo, subindo em seguida pra lateral dos lábios, então ela abraçou seu pescoço e sussurrou

    -Não me esqueci do que te disse hoje de manhã

    E foi descendo uma das mãos até o nó feito na toalha

    -Ah Sasuke-kun...quero tanto beijar você

    Disse com a voz arrastada

    Então ela desceu os lábios pelo tórax exposto e foi descendo, passou a língua ao redor do pequeno umbigo e desfez o nó da peça a deixando cair no chão.

    Não subiu o olhar para ver sua expressão sabia que ele ainda estava zangado, mas assim que tocou no membro ereto a sua frente o ouviu suspirar.

    E então beijou a glande vermelha para logo em seguida distribuir mais beijos por toda a extensão do órgão pulsante.

    A viu se sentar na cama, mas diferente do que achou que fosse fazer ela se deitou e virou a cabeça em direção a seu membro.

    Sasuke se perguntou se aquilo não seria desconfortável mas assim que a boca da rosada tocou seus testículos soltou um suspirou de prazer.

    Enquanto chupava a parte de baixo do órgão massageada toda a extensão melada de desejo.

    Sakura levou o órgão aos lábios e sugou o topo com volúpia, para logo em seguida o introduzir na boca.

    Institivamente Sasuke passou a mexer os quadris enquanto Sakura abria mais a boca para receber as investidas do moreno contra seus lábios.

    A rosada ergueu a toalha e levou uma das mãos a vulva sedenta começando se tocar

    Aquela imagem era extremamente excitante para o moreno.

    Aumento as investidas na boca da rosada e inclinou seu corpo sobre a cama ainda movimentando o quadril.

    Estava perdido em desejo, precisava tocá-la, saboreá-la

    Então levou a mão ao ponto onde a rosada se tocava e trocou de lugar com ela

    Sakura soltou um suspiro mudo

    Retirou o pênis da boca e começou a masturbá-lo enquanto sentia os lábios do moreno envolvendo sua vulva e sugando seu ponto.

    Ergueu o quadril sem ao menos sentir

    Voltou a suga-lo a medida que os dedos de Sasuke a invadiam.

    Mas então ele parou e se levantou, instantes depois já estava sobre ela novamente, seus lábios próximos um do outros

    -Quem você quer Sakura?

    Disse enquanto se posicionava na entrada umedecida

    -Você...

    Respondeu enquanto afastava mais as pernas

    -E quem mais?

    Sasuke perguntou enquanto se introduzia lentamente

    -Só você.

    Suspiraram juntos quando ele estava todo dentro

    -Nunca se esqueça disso.

    Ele disse começando a se mexer dentro dela com movimentos intensos e firmes.

    CONTINUA...


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!