MAKTUB

Tempo estimado de leitura: 6 horas

    18
    Capítulos:

    Capítulo 7

    Traidor

    Adultério, Hentai, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

    Deu graças aquele dia por ela não estar em casa e nos próximos por continuar tão atarefada, evitava ao máximo ficar em casa e encarar a esposa

    Não podia olhar pra ela, não depois do que tinha feito.

    Por mais incrível que pudesse parecer, eles não tocaram no assunto.

    A loira continuou o tratando da mesma forma de antes, mas pararam de ser encontrar em sua casa.

    Foi como um acordo mudo.

    Aquilo nunca mais deveria acontecer.

    Evitava ao máximo ficar a sós com ela e conversavam o essencial apenas do trabalho.

    Mas então Sakura saiu em uma curta missão, ela estava sendo extremamente requisitada no hospital já que Tsunade havia sumido pelo mundo.

    E foi numa dessas noites que ele e a loira ficaram a sós novamente, dessa vez na sede da Anbu.

    Ficaram presos estudando sobre um ninja renegado que fora visto nos arredores da vila, assim que os shinobis que saíram em missão retornassem com ele, Ino deveria interroga-lo.

    Tudo estava normal, chegaram ate a conversar como costumavam fazer antes do ocorrido, mas como uma cilada do destino, quando o prédio já estava vazio e apenas os dois permaneciam ali, na despedida, quando um roçar de dedos os levou a apagar as luzes juntos, eles se olharam.

    E não recolheram os dedos.

    Ino entrelaçou as falanges nas de Sasuke e ele os apertou, então capturou seus lábios.

    Instantes depois estava a possuindo sobre a mesa de sua sala.

    Após o fim do ato em si, quando ambos estavam nus sobre a mesa do moreno, ela se pronunciou

    -O que estamos fazendo Sasuke?

    -Eu não sei...

    Foi tudo que respondeu

    E aquilo se seguiu durante toda semana da ausência de Sakura, no apartamento da loira, onde eles se encontravam tarde da noite.

    -Ela não ia voltar hoje?

    -Vai atrasar mais alguns dias.

    Ela pulou nos braços dele já o beijando.

    No fundo ele sabia

    Ele sabia que Sakura ia descobrir

    Ela era esperta, inteligente, muito mais do que ele

    Ela já sabia muito antes de começar...

    Eles não faziam isso, não davam aquele tipo de bandeira em local de trabalho, mas talvez o clima do lugar lhes inspirava a adrenalina.

    Quando a loira foi lhe levar os documentos referentes a confissão do ninja renegado, algo que poderia ser feito por qualquer outro, ela lhe roubou um beijo.

    Um beijo ardente e profundo.

    Pensou em afasta-la, afinal alguém podia ver, estavam em um local de ninjas de elite.

    Mas não o fez, ao contrário, com a adrenalina lá no alto, a puxou para perto

    E foi nesse momento que a porta foi aberta.

    -Sasuke...

    Foi tudo que ouviu

    Então afastou a Yamanka de si e olhou para o rosto com olhos brilhantes

    Brilhantes pelas lagrimas

    -Sakura

    Disse ficando de pé

    Não...não era pra ser assim! Não desse jeito, não dessa forma tão cruel.

    Ela gritava, berrava a plenos pulmões...ele nunca havia a visto assim antes.

    Sua fúria era toda jogada em cima da Yamanaka, portando viu quando ela se jogou com tudo pra cima da outra.

    Se Sakura atingisse Ino a mataria com toda certeza, e as consequências de tudo aquilo seriam ainda muito piores. Então se adiantou impedindo a esposa.

    -ME SOLTA, EU VOU MATAR ESSA VADIA!

    A rosada berrou em seus braços enquanto tentava a segurar pela cintura.

    -SAKURA, SE CONTROLE!

    Falou num tom alto e grosso, e nesse instante ela desviou a atenção da loira para ele.

    Então veio, de uma vez e com tudo, bem no meio de seu rosto.

    O soco o atingiu em cheio. Sentiu as costas batendo com força contra a parede do outro lado da sala e seus ossos estralarem, o gosto ferroso do sangue na boca chegou em seguida.

    Mal percebeu quando ninjas curiosos pararam na porta de sua sala para apreciar o espetáculo.

    Se remexeu e sentiu a dor o atingir em cheio, a atenção da senhora Uchiha estava novamente na Yamanaka, mas antes que ele pudesse fazer qualquer coisa aquelas palavras vieram.

    -NÃO! EU ESTOU GRAVIDA!

    E pareceu que naquele instante tudo que sentia se esvaiu

    Ino havia dito...havia mesmo dito que estava...

    Gravida?

    Um silencio profundo assolou sua mente

    Deus...não podia ser!

    Sua consciência só pareceu retornar quando a voz do Hokage se fez presente no local.

    Por fim teve coragem de erguer o olhar para as duas.

    Ela estava parada diante da figura loira ainda com o punho erguido, com o conselheiro e companheiro de equipe da Yamaka diante de si.

    Começou a se levantar lentamente ignorando a dor que sentia

    Então a rosada se virou. E o que ele viu quase fez suas pernas falharem.

    Aquele olhar lançado por ela...segurou-se na parede para ter sustentação.

    Ela se encaminhou para a porta, Naruto tentou conte-la, mas o Uzumaki também recebeu aquele olhar, então deixou-a partir.

    No instante seguinte Kakashi surgiu no meio da sala.

    Mas antes que ele se pronunciasse Sasuke tomou a dianteira

    -Você está mesmo gravida?

    Todos direcionaram a atenção para Ino.

    Ela mordia os lábios com o rosto banhado em lagrimas

    Ela apenas balançou a cabeça em concordância.

    Mal sentia as dores agora, se adiantou ate ela ignorando a presença de Shikamaru.

    -Porque não me contou?

    -Porquê...era só uma suspeita, eu mal estava tendo sintomas...

    Sasuke passou a mão pelos cabelos negros e fechou os olhos

    Acabado... tudo estava acabado!

    Toda sua vida...

    Nem viu quando o ex professor saiu da sala.

    Ino agora estava sentada em uma cadeira, Sasuke estava de pé a seu lado e Naruto e Shikamaru os mirava.

    -Onde vocês estavam com a cabeça...

    O loiro começou.

    -Naruto, agora não... O Uchiha começou

    -Naruto agora não?!  O Uzumaki se exaltou. -Eu sou chamado as pressas no meu escritório por ninjas de elite dizendo que uma confusão sem precedentes está acontecendo na principal sede shinobi da vila ocasionada por meus antigos companheiros, meus amigos....e quando chego aqui descubro que, descubro que...

    Ele não conseguia dizer

    -ONDE VOCES ESTAVAM COM A PORRA DA CABEÇA?

    As lagrimas no rosto da Yamanaka rolavam soltas.

    -Naruto, antes de mais nada precisamos confirmar a gravidez.

    Shikamaru comentou com a voz mais ponderada do que o esperado.

    -Céus...e ainda isso!

    O Hokage se encaminhou para a porta, mas antes de sair olhou para antigo companheiro de equipe.

    -Te espero em minha sala em uma hora. Dessa vez eu não vou te proteger.

    E saiu.

    Shikamaru olhou para a antiga companheira sentada na cadeira e soltou um longo suspiro antes de se retirar.

    Quando ficaram a sós ele a mirou.

    -É meu?

    Ino ergueu o olhar encontrando os orbes ônix

    -Despois que fizemos a primeira vez minha menstruação não veio.

    Sasuke suspirou.

    -Ela nunca vai nos perdoar.

    Ino torceu o cenho e voltou a chorar com mais intensidade.

    A Yamanaka ficou em seu apartamento, já o Uchiha partiu para o escritório do Hokage. Quando chegou o ex sensei estava lá, junto ao conselheiro e o próprio líder da Folha.

    Queria perguntar se sabiam dela, mas no fundo não teve coragem.

    -Sakura está no meu apartamento, deixei ela dormindo antes de vir pra cá.

    Kakashi disse como que lendo os pensamentos do moreno.

    Naruto tinha as mãos diante do rosto, estava sério.

    -Sasuke, o que vou te perguntar agora é muito sério e quero que seja honesto.

    O Uchiha se mantinha de pé diante da mesa do amigo.

    -Você teve relações sexuais com Yamanaka Ino dentro da sede Anbu de Konoha?

    O moreno se manteve sério diante a pergunta, os três diante dele o miravam a todo o instante, por fim, sem mais delongas respondeu.

    -Sim.

    Naruto soltou o ar com força e praguejou

    -Merda...

    O Nara o olhou de rabo de olho com leve ar de repreensão.

    -Você e Ino estão suspensos de seus cargos até segunda ordem. O caso será levado ao conselho.

    Sasuke maneou a cabeça de forma afirmativa, achou que seria expulso da Anbu logo de cara.

    Kakashi se aproximou da figura do enorme ninja e pronunciou

    -Vou passar em sua casa e pegar algumas roupas pra ela.

    E passou por ele sem dizer mais nada.

    Naruto olhou para Shikamaru que entendeu o recado, logo estavam os dois a sós.

    O loiro se levantou da cadeira e sorriu com a lateral dos lábios, um sorriso triste.

    -Kakashi me disse que ela acha que ajudei você. Está brava comigo, na verdade está brava com qualquer um, com todos. E eu não lhe tiro a razão.

    Sasuke nada dizia, ele sabia que tinha de ouvir tudo aquilo

    -Agora eu só me pergunto porquê? Porque você fez isso?

    Ele poderia enumerar uma serie de desculpas, mas nenhuma seria verdadeira e faria jus a situação.

    -Porque um homem trai sua esposa?

    Devolveu a resposta ao loiro.

    -No meu ponto de vista, porque não a ama!

    Engoliu a saliva com mais dificuldade.

    Não a amava? Não lhe parecia verdade. Não sentia que era verdade.

    Ouviu o suspiro longo do loiro e voltou sua atenção a ele.

    -De qualquer forma, o que o compromete é ter cometido atos libidinosos na sede dos ninjas de elite, o que o conselho decidir, eu vou apoiar.

    -É justo.

    Foi tudo que conseguiu responder.

    -Pode se retirar.

    Então se virou, queria dizer varias coisas, seus motivos, as causas de toda aquela situação, mas sinceramente não valia a pena.

    Não adiantava mais.

    Já havia feito.

    E as consequências estavam por vir.

    CONTINUA...


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!