NOW

  • Enaile
  • Capitulos 8
  • Gêneros Romance e Novela

Tempo estimado de leitura: 3 horas

    18
    Capítulos:

    Capítulo 3

    3

    Álcool, Drogas, Estupro, Hentai, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência

    Gente não sei pq não tô conseguindo responder os comentários

    Sempre dá erro na página

    Agradeço muito por não deixarem de comentar

    Me motiva muito a continuar

    Obrigada !

    Hinata encostou na mesa colocando a mão direita na cabeça , sentia uma vontade leve de vomitar . Devo dizer que isto não está sendo causado pelo café da manhã moça . A reviravolta de sua vida completa dois meses de existência , lutando pela aceitação de sua querida mamãe que nem ao menos sabe de seu desenvolvimento ainda , e espera ansiosamente pelo vosso amor . A moça sentiu sua consciência voltando ao normal conforme tentava se manter de pé , assim que notou isso caminhou em direção a porta decidida mas Sakura interrompeu a chamando :

    _ Onde vai , mocinha ?

    _ Na entrevista de emprego !

    _ Não , não vai !

    Hina se virou para fitar a amiga , ainda confusa .

    _ Por que não ? olha que horas são !

    Sakura " arrastou " a moça para se sentar em uma das cadeiras com rapidez , assim que o fez , buscou o café recém feito acompanhado de biscoitos com pingo de chocolate , Hina por sua vez apenas ficou observando os movimentos da amiga ; A rosinha se acomodou em sua cadeira com outra xícara em mãos :

    _ Você anda muito fraca ultimamente , pois quase não come , qualquer lugar que se encosta acaba por dormir ali mesmo ! Isso é falta de se alimentar bem !

    _ Isso de falta de trabalhar , e se chama preguiça ! Relaxa miga , é só uma fraqueza mínima mesmo , mas tem razão em questão de que não estou me alimentando direito !

    _ Seria bom fazer uma consulta , olha só pra você , tá muito pálida Hina ! É melhor não abusar e parar de ficar andando sozinha por ai , vai que você cai e se machuca !

    _ Não Obrigada ! Quero ficar bem longe de médico !

    A morena partiu o biscoito redondo no meio , levou-o para a boca em poucos segundos junto de um gole de café morno , em sua mente foi o bastante para se manter firme sendo assim se levantou novamente :

    _ Eu prometo que vou almoçar bem tá ! Agora deixa eu ir , não quero causar má impressão !

    _ É mais fácil eu ganhar na loteria do que fazer você mudar de ideia ? !

    _ Também te amo !

    Hinata fechou a porta sem pensar duas vezes , desceu as escadas correndo ao ponto de quase tropeçar e cair . O que o bebê deve ter pensado : " Cuidado mamãe , quero muito te conhecer para assim alegrar sua vida , então por favor me proteja de todo o perigo ! " . O prédio onde as duas mosqueteiras moram não tem nem ao menos um elevador ou escadas com uma condição boa , o jeito de viver ali é correr o risco mesmo , quase não se dá para pagar esse apartamento caindo aos pedaços imagina um com boas estruturas e espaçoso ? Mas por incrível que pareça isso não afetava a convivência dos poucos moradores presentes ali , pois são todos humildes e simples que tentavam ao máximo se ajudar entre si , inclusive a própria Hinata logo irá precisar dessa ajuda . A moça pegou um ônibus que leva ao centro da cidade grande , durante esse percurso uma mulher com um bebê de mais ou menos um ano e meio no colo se sentou ao lado da morena que no mesmo instante sorriu para a doce menininha tão fofa e de olhos pequeninos e brilhantes , a criança colocou a mão direita na barriga de Hina , vendo isso a mãe disse sorrindo :

    _ Na última vez que ela fez isso , minha irmã descobriu que está grávida !

    _ No meu caso é impossível de ser isso , não tenho ninguém !

    _ Então ela só deve ter gostado de você !

    A moça olhou para janela sem nem ao menos tentar refletir mentalmente sobre o assunto , ou perceber os sinais que seu próprio corpo está mandando para que a mesma acordar para a vida , mas.... digamos que não será preciso se esforçar tanto , pois o destino vai dar um jeito daqui a alguns minutinhos , aguarde um pouco ; O ônibus parou três quarteirões antes de seu destinatário , sendo assim o jeito foi gastar o tênis mesmo , mas isso não estava lhe causado pânico por conta dos vários estabelecimentos comerciais . Hinata seguia caminho , quando de repente ouviu bem distante alguém lhe chamar , se surpreendeu quando virou o corpo para olhar :

    _ Neji ? !

    O rapaz bem simpático se aproximou , erguendo a moça com um abraço guardado durante alguns anos , ou seja , muito aconchegante . Uma rápida apresentação de quem é Neji : Um ex quase namorado e também amigo da morena , tinha se mudado para o Estados Unidos por conta dos estudos fazia mais de cinco anos , um ótimo rapaz sem dúvidas !

    _ Como pode ? Você não mudou nada , continua a mesma bonequinha de sempre !

    _ Você também não mudou ! Apenas cortou o cabelo , o resto tá igual !

    _ Vamos tomar um café para por o papo em dia ? !

    _ É que na verdade eu tenho uma entrevista de emprego agora , mas.... Aceito ! Depois ligo para avisar que tive um imprevisto !

    E que imprevisto ! Mas acreditem , não estou falando do reencontro com o rapaz , e sim de uma grande surpresa para a mesma . Essa será a única alternativa que seu corpo foi capaz achar para contar a novidade . Como estavam quase em frente de um café apenas deram alguns passos para chegar até o estabelecimento , bar/café digamos que seja uma mistura de um maid cafe com a tecnologia digital ; A decoração nas paredes é repleta por desenhos em pixels e a iluminação do local é feita por cubos de neon com várias cores pregados no teto , talvez por conta disso dava a impressão de que as paredes fossem feitas de gelo , o balcão do bar tem um neon azul tão forte que chega a hipnotizar pela luminosidade . Neji pediu para que Hinata fizesse o pedido mas a mesma não estava afim de comer então apenas pediu um cafezinho sem nenhum detalhe para os dois , o rapaz fitava a moça sem reação antes do pedido chegar na mesa , para tentar disfarçar perguntou :

    ? Então Hinata , como anda a vida ?

    _ Ultimamente tudo o que eu tenho feito é correr atrás de um emprego sabe , não está nada fácil de achar um , isso já faz dois meses ! E você ?

    _ Voltei para o Japão tem uma semana , fora isso nada de mais , eu quis vir porque quero minha vida de antigamente !

    _ Entendo você ! As vezes eu gostaria de voltar a ser uma criança que não se preocupa em trabalhar e pagar as contas !

    Ambos riram com a situação .

    _ Mas para o nosso azar não é assim que funciona as coisas !

    _ Pois é .

    Neji parou de degustar seu café para observar a boca de Hinata que por sinal estava muito branca :

    _ Escuta.... Pode ser apenas impressão minha , mas , você está muito pálida !

    _ Não se preocupe , deve ser por falta de animo !

    _ Fora isso você também parece muito triste . Olha eu sei que não nos vemos faz um bom tempo , mas eu não mudei então pode confiar em mim tá !

    _ Confio em você , isso é só um desanimo mesmo por falta de emprego ! Mas me conte sobre como foi viver nos Estados Unidos ? !

    _ Foi uma experiência maravilhosa , agora posso dizer que sou fluente em inglês , fora que o lugar ao todo é.......

    Enquanto prestava atenção na conversa , Hina percebeu sua visão escurecer cada vez mais , quando sentiu ficar mais forte a moça levantou assustada da cadeira , Neji fez o mesmo de preocupação :

    _ O que foi Hina ? Tá se sentindo bem ?

    _ Eu não t....

    A morena perdeu os sentidos antes de terminar a frase , sua sorte foi que o rapaz conseguiu segurá-la antes de bater a cabeça no chão . Obviamente chamou a atenção de todos ali presente , nisso uma garçonete chegou na mesa para ajudar . Neji pegou Hinata no colo , pediu para que a garçonete o ajudasse a por a moça no banco de trás do carro para leva-la no hospital , os clientes acompanharam a correria de longe na intenção de não atrapalhar . Com tudo pronto , o rapaz partiu rumo ao hospital mais próximo .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Naruto foi despertado de seu sono profundo por Kushina que chamava e batia na porta , assim que o rapaz notou que sua mãe não iria desisti , foi atender a porta com certo mau humor no ar :

    _ Mãe se for para discutimos prefiro que seja por telefone , dai quando eu não quiser ouvir basta desligar !

    _ Não vim para tentar pôr juízo na sua cabeça , se isso não fez efeito antes imagina agora !

    _ Então o que quer ?

    _ Vai se trocar , o médico me ligou e disse que o resultado dos exames de seu pai estão prontos !

    _ Espera aqui !

    O loiro bateu a porta , detalhe que ele não está morando junto de seus pai e sim no seu próprio apartamento , talvez essa seja a melhor maneira de evitar brigas desnecessárias e uma covivência conturbada para ambos os lados ; Naruto demorou vinte minutos para sair do apartamento mas Kushina decidiu não fazer comentários assim evitando de colocar mais lenha na fogueira , em silêncio seguiram para o carro da ruiva .

    O caminho todo foi percorrido sem nenhum ruído da parte dos dois , o mesmo aconteceu na pequena sala de espera , somente quando Kushina ouviu a secretária chamar que cutucou Naruto para que seguissem até a sala . O loiro sentia uma tremedeira em seu corpo desde que tinha saído de casa , ou seja , tentava se preparar para as notícias aparentemente nada boa ; O médico , de aparência jovem , fez sinal para que sentassem nas cadeiras :

    _ Os resultados ficaram prontos ontem , mas resolvi chama-los hoje , eu precisa pensar em como explicar para vocês !

    Kushina deu uma leve suspirada para perguntar :

    _ Doutor , nunca estaremos preparados mas precisamos saber mas seja sincero , o que meu marido tem ?

    _ Os exames só confirmaram minhas suspeitas desde as primeiras consultas , foi por esse motivo que o médico anterior de seu marino me indicou pois sou um oncologista . A oncologia é um ramo da ciência médica que lida com tumores e com câncer , a palavra oncologia tem origem grega na palavra " onkos " que significa massa , volume ou tumor e no termo " logia " que significa estudo , por tanto oncologia é o estudo dos tumores !

    Embora Naruto tentasse prestar atenção , não conseguia digerir as palavras então perguntou :

    _ O que isso quer dizer ?

    _ Seu pai tem um tumor maligno na cabeça !

    Aquelas palavras foram como um caminhão se chocando em uma parede nos ouvidos de mãe e filho , as lágrimas saíram antes mesmo dos olhos piscarem outra vez , parecia que o chão tinha sumido e a qualquer momento iriam desabar em um buraco escuro e sem fim . O loiro se levantou da cadeira em um estalar de dedos para exclamar :

    _ Você só pode tá mentindo !

    _ Infelizmente não ! Sei que é muito difícil a família aceitar de cara uma doença assim !

    Kushina nem tentava sequer as lágrimas , pois já sentia em seu coração palpitante , que o pior estava por vir :

    _ Doutor eu cheguei a cursar um pouco de medicina , sei tem estágios no câncer , em qual meu marido está ?

    O médico respirou fundo para informar :

    _ Terminal ! No estágio cinco , os sintomas estarão altamente relacionados a localização do tumor e as áreas próximas . Um tumor cerebral de estágio cinco localizado no lobo frontal pode causar danos sérios a memória , mudanças de comportamento significativas e até mesmo paralisia . Alguns pacientes podem perder a visão e o olfato , tumores cerebrais de estágio cinco também já se espalharam para outros tecidos , incluindo outras partes do cérebro e do resto do corpo através da espinha . No caso do seu marido , está muito avançado !

    O rapaz não conseguia segurar os soluços que ecoavam pela sala , mas ainda assim conseguiu dizer :

    _ Isso quer dizer que....

    _ Se vocês tem alguma crença essa é a hora de se apegar ! Eu aconselho a não abandonarem a esperança !

    Kushina quase teve de arrastar Naruto para fora da sala , sentia a necessidade de ser forte por sua cria , o que não dava muito certo pois os dois desabavam juntos . Antes de chegar no carro , se sentaram em um banco em frente ao hospital localizado num pequeno jardim sem muito detalhe , o rapaz abraçou sua mãe bem forte :

    _ O que vai ser de nós mãe ?

    _ Não sei , meu anjo !

    Foi o segundo abraço desde que tinham voltado a se encontrar , uma pena que tinha sido motivado por uma noticia terrível dessas , parecia que o vento tentava confortar os dois com sua brisa leve .

    Destino ou coincidência ? O que acham ? : No estacionamento de carro logo atrás do jardim , Neji chegou com seu veículo , tão impressionante que se ficasse de frente para mãe e filho , no fundo se via o amigo de Hina carregá-la para dentro do hospital . Uma enfermeira conduziu para uma sala onde a moça foi posta em uma marca para ser examinada por uma médica , não demorou muito para a mesma aparecer :

    _ O que aconteceu com ela ?

    Neji não tirava os olhos da morena .

    _ Não sei dizer , de repente ela desmaiou !

    A médica fazia perguntas rápidas enquanto examinava os olhos de Hina .

    _ Ela tem algum problema de saúde ?

    _ Pelo que eu sei , não !

    _ O que o senhor é dela ?

    _ Um amigo !

    _ Preciso que avise algum familiar para vir até aqui !

    Enquanto a médica fazia o pedido ao rapaz , Hinata abria os olhos devagar , isso a salvou e irá garantir um tempo para pensar em como formular uma nova mentira para Sakura , caso contrário teriam de chamar a rosada ; A morena levantou o tronco bem lentamente , tentando a todo custo reconhecer o ambiente , seus olhos começavam a criar foco outra vez ; A médica ajudou a moça a se sentar na marca com uma senta dificuldade :

    _ Como se sente ?

    _ Um pouco zonza !

    Neji se aproximou :

    _ Você continua muito pálida !

    A médica se virou para o mesmo :

    _ Preciso que retire por favor ! Vou examina-la agora , aguarde na salinha ao lado !

    Neji se retirou sem protestar ou insistir em ficar ali , apenas saiu da sala após dar um sorriso de despedida para a morena . A médica mediu a pressão arterial entre outros exames comuns até ali , foi só quando colocou a mão para pressionar a barriga de Hina que notou algo diferente , depois de dois minutos pediu que a moça se sentasse na cadeira de sua mesa :

    _ Tenho quase certeza do que você tem , mas , antes preciso fazer algumas perguntas e um exame de sangue para confirmar !

    _ Exame de sangue ?

    _ Vamos ver... Quando foi sua última menstruação ?

    A morena fitou o chão , procurando pela resposta , foi ai que notou sua falta de atenção consigo mesma .

    _ Não me lembro ao certo !

    _ Toma anticoncepcional sem pausa ?

    _ Nunca tomei !

    _ Quando foi sua última relação sexual ?

    Digamos que essa pergunta cutucou fundo na ferida , como alguém que tem uma queimadura e a pessoa chega e ponha a mão com muita força . Hinata não questionou a pergunta como sendo uma indireta para um suposto diagnostico da médica , então a mesma apenas respondeu com um aperto no coração por ter que se lembrar :

    _ Dois meses atrás !

    _ Olha.... Vou te receitar um exame de sangue como tinha dito antes ok , mas tudo indica que você está GRÁVIDA !

    Na hora Hinata encarou a mulher de boca aberta , sem conseguir de alguma maneira processar os pensamentos em relação a palavra " Grávida " . O interessante é que as duas vidas cruzadas pelo destino receberam no mesmo dia , no mesmo local e quase no mesmo horário uma notícia bombástica , a diferença é que uma é o desenvolvimento de uma nova vida e a outra a despedida de uma vida , triste de fato mas não de deixa de ser curioso .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Pra falar a verdade , todas as vidas envolvidas estão em uma situação precária em relação aos caminhos a serem seguidos ; Sasuke perambulava por sua sala quando seu pai entrou sem bater , no momento em que Fugaku se aproximou da mesa o rapaz se sentou , continua o clima de brigas e disputas :

    _ Trouxe as opções para você ver e dar sua opinião !

    _ Pai , não importa de qual ângulo eu olhe , isso será sujo de qualquer maneira , então escolhe qualquer maneira de roubarmos eles !

    _ Não é tão simples assim ! Primeiro precisamos preparar o terreno para depois saber se dará uma boa colheita . Mesmo que não queira , preciso que dê sua misera opinião Sasuke !

    _ Pra mim tanto faz !

    Fugaku suspirou de desgosto pelo filho :

    _ Como você é mole em ! Olha , primeiro eu pensei em forçarmos a empresa deles declarar falência no mercado mundial , só espero que o Minato não melhore , senão nosso plano vai todo por água a baixo !

    _ Não precisa falar assim , pelo menos não na minha frente ! Alias , porque você tem tanto ódio do Minato ?

    _ Isso não é da sua conta !

    O rapaz se levantou feroz da cadeira :

    _ Viu , o que eu realmente preciso saber você insiste em esconder !

    _ Talvez um dia.... eu lhe conte o motivo do meu ódio pelo Minato , mas sem dúvidas esse dia não é hoje , então.... Se concentre !

    De fato esse dia vai chegar Fugaku , mas não será da sua maneira a grande revelação do motivo pelo seu desprezo diante do pai doente . Sasuke refletia sempre sobre o que faria depois que o amigo descobrisse sua traição , mas o que ele deveria pensar é que não terá como fugir das consequências de seus atos , cedo ou tarde terá de encarar Naruto .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Hinata saiu da sala escorando na parede por onde passava até o momento em que Neji a segurou pelo braço esquerdo , mas a mesma não se virou para fita-lo , tentava esconder seus olhos molhados com o cabelo longo ; Os dois foram se sentar em um banco na frente do hospital , sim o mesmo lugar onde antes estava Naruto e Kushina , o clima parecia ter esfriado por conta do vento forte . A morena encostou sua cabeça pesada no ombro direito do rapaz sem pedir permissão , o silêncio foi quebrado por Neji :

    _ O que a médica disse ? Pela sua cara não parece ser bom !

    _ Neji , posso te pedir um favor ?

    _ Claro que sim !

    Hina levantou a cabeça para encarar o único que pode ajuda-la naquele momento , parece meio confuso mas logo entenderam o motivo .

    _ Preciso que me ajude a esconder uma coisa de Sakura , na verdade mentir para ela , pois o que vou te contar agora é o motivo de eu sentir que minha vida tá acabada ! Eu juro pra você que não consigo decidir o que fazer !

    _ Você ta me assustando , falando desse jeito , parece até que você vai morrer !

    _ Vontade não falta ! Mas agora que eu preciso me manter de pé , o pior é eu não sei se vou conseguir aceitar sem ter alguma rejeição , me dá muito medo que eu possa não querer !

    _ Do que você tá falando ?

    A moça apertou as mãos com muita força sobre os joelhos , queria dizer com naturalidade mesmo sabendo que não tem controle sobre sua voz tremula :

    _ Eu.... to grávida !

    _ Como é ? Grávida ? ! Achei que você não tinha namorado !

    _ Não tenho ! É por isso que preciso de sua ajuda !

    Neji segurou as mãos de Hinata tentando acalma-la , foi como segurar um celular tocando , de tanto que a mesma tremia :

    _ Acho melhor voltarmos para o hospital , você ainda tá muito pálida !

    _ Não , eles não podem me ajudar !

    _ Então se acalme e me explique o que quer de mim !

    _ Quanto mais penso sobre o assunto , mais sinto que vou enlouquecer !

    O Rapaz segurou com a mão direita o rosto delicado da moça em prantos :

    _ Pode confiar em mim ! Sempre fui seu amigo , agora não é diferente !

    Hinata suspirou muito fundo antes de começara explica :

    _ Preciso que diga a Sakura que conheceu meu ex namorado , quando eu revelar a ela essa história , ela precisar acreditar que tive um relacionamento rápido e que acabei ficando grávida . Ela nunca pode saber o que realmente aconteceu naquele dia !

    _ Você acabou de dizer que não tem namorado , não estou entendendo nada mais !

    _ Olha... Por favor não me exija respostas , eu te imploro !

    _ Você acabou de descobrir que está grávida , e ainda me diz que não tem ex e qual é o motivo de você ter que inventar para a Sakura um ?

    _ Neji...

    _ Pera ai , acho que entendi ! Ele é bandido ou algo do tipo ?

    _ Muito pior que isso !

    _ Hina... Te ajudo se me contar a verdade ! Caso contrário não irei me meter na sua revelação para a Sakura !

    A morena se levantou do banco com certa dificuldade , tentando escolher as palavras para assim revelar a história assombrosa de dois meses atrás , não tinha escolha além de pedir a ajuda de Neji pois até chegou a se ajoelhar nos pés do rapaz :

    _ Sei que eu posso esconder por mais alguns meses , mas não adianta porque cedo ou tarde vou ter que dizer a ela ! Então..... vou te contar o que realmente aconteceu !

    _ Não se preocupe , não sou ninguém para te julgar ou atirar pedras , pode falar !

    _ Há um tempo atrás , quando eu ia saindo do meu antigo serviço , um cara me abordou e como eu não tinha como reagir ele acabou abusando de mim . Quando eu cheguei em casa disse a Sakura que foi apenas um assalto e forcei ela a ficar calada e não ir na policia , eu não queria tocar no assunto nunca mais , agora.... eu descubro que essa história não terminou há dois meses atrás e sim que teria de lidar com ela pelo resto da minha vida ! Eu juro pra você que me dá uma vontade tremenda de me jogar de um prédio agora , assim não irei sofrer mais !

    Neji abraçou a moça com muita força , tentando expressar nesse ato que mesmo o relacionamento deles não ter ido muito longe ainda a ama . O motivo do Hyuga ter voltado ao Japão foi pela Hinata , o termino foi causado pela distancia , mas mesmo assim o carinho e a amizade permanecem intactos depois de tanto tempo . A morena apenas chorava , fazer o que , nesse caso não tem muito o que se fazer :

    _ Escuta , eu não vou especular mais nada ! Eu tenho uma solução melhor para você escolher !

    _ Qual ?

    _ Eu assumo o seu filho ! Case-se comigo e você não precisará passar por isso tudo sozinha !

    O céu mudava drasticamente da cor azul para a cinza , sendo assim uma chuva nada passageira pousaria sobre a cidade grande , as nuvens faziam uma dança mais agitada que o comum ; Tanto coisa pode acontecer num piscar de olhos não acham ? O problema é que uma pergunta impactante dessa não pode ser respondida nessa mesma velocidade . Hinata fitou o chão , procurando uma forma de se esquivar naquele assunto , foi quando percebeu que se adiantou muito para pedir ajuda ao rapaz :

    _ Neji.... _ Começou sua autodefesa ainda trêmula _ Eu me precipitei em te contar tudo !

    _ Se arrependeu por não confiar em mim ? !

    _ Não é isso ! _ Afirmou a morena , mesmo sentindo aquela sensação de que estava mentindo _ Eu me precipitei em te envolver nessa história ! Tenho certeza que a médica se enganou em me dá aquele diagnóstico tão cedo ! E isso me fez perder noção do que fazer !

    _ Mesmo que você não esteja grávida eu mantenho o pedido , não propus isso por pena mas sim pelo fato de que eu gosto muito de você ! _ Afirmou o Rapaz cheio de confiança na sua tentativa de reconquistar a moça , nesse mesmo ritmo se aproximou do rosto da morena , na tentativa de beija-la _ Nunca te esqueci , meu corpo estava lá mas minha mente e coração permaneceram aqui , todo esse tempo separados me fez perceber que eu errei feio em escolher o Estados Unidos ao invés do nosso relacionamento !

    _ Minha resposta é " não " ! _ Hina respondeu suavemente enquanto se afastava do ex amor _ Talvez se você tivesse voltado e feito esse pedido há uns três anos atrás , pra mim teria sido a melhor coisa da minha vida , mas agora não.... As coisas mudam Neji , não sou mais aquela menininha boba que todo mundo passava para trás por ser uma caipira , eu mudei principalmente pelo fato de sempre ser a bobinha da história !

    _ Por que não me pediu pra ficar ? Eu teria desistido de tudo por você ! _ Perguntou o rapaz , cada vez mais agitado com a situação _ Só agora me diz que ainda gostava de mim ? Não parecia , porque quando te contei que ia morar longe , você apenas disse que queria terminar e que eu estava totalmente livre pra ir !

    _ Eu não podia ! _ Hinata respondeu , inquieta com a conversa que deveria ter tido tempos atrás _ Eu não queria ser motivo de briga entre você e sua mãe , como você sabe ela não gosta de mim pelo fato de eu pobre e ignorante , e quer saber... Não me arrependo de ter tomado aquela decisão ! Foi melhor assim , você conseguiu se formar !

    _ Tá querendo me dizer que não sente mais nada por mim ?

    _ Sinto um carinho muito grande , além de tudo você é um grande amigo que eu poderei contar e confiar sempre ! _ A morena tentou se expressar da melhor forma possível , fitando os olhos profundos do rapaz em sua frente , assoprava as palavras de sua boca carinhosamente _ Tenta me entender , por favor ! O que eu passei só me faz querer ainda mais distância de um relacionamento agora !

    _ Tudo bem ! _ Neji respondeu em tom de desanimo pelo fora tomado , mas isso não significa que ele desistiu de tentar reconquistar a moça deprimida , pode ser que leve pouco tempo até que ele prepare outra maneira de " Jogar a rede " ; Um silêncio constrangedor permanecia ali por cinco minutos já , era quebrado as vezes pelo barulho de ambulâncias apressadas em socorrer alguém , Hinata deu a iniciativa pegando sua bolsa de cima do banco simples na tentativa de ir embora sem ser interrompida , o que não deu muito certo _ Pelo menos me deixe leva-la para a casa ? !

    _ Não vou recusar , preciso chegar mais rápido em casa , assim conseguirei colocar os pensamentos em dia logo ! _ Hinata sussurrou com um meio sorriso , enquanto caminhava ao lado do rapaz surgiam memórias de tempos atrás e a famosa pergunta : " Onde fomos parar ? " , a chuva também se pronunciava sobre o momento com sua gotas fatais . A morena se sentou no banco da frente para observar melhor o lugar até seu bairro , metade do caminho foi quieto _ Espero realmente que não esteja chateado comigo mas o que eu falei são minhas certezas atuais !

    _ Acredite , estou tentando ficar bravo com você mas não consigo nem um pouco ! _ Afirmou Neji enquanto permanecia com o olhar na direção _ Talvez eu espero você ou talvez não , somente o tempo dirá o que eu vou decidir , mas fique sabendo que você é o amor da minha vida !

    A moça ficou quieta depois de ouvir aquilo , pensar sobre amor e relacionamento não agradava nem um pouco , talvez nunca mais conseguiria ter um namoro normal por conta do terror que viria em sua cabeça cada vez que desse um beijo ou algo do tipo . Quando chegaram em frente ao prédio Hina apenas se despediu com um " Obrigada pela carona ! " , assim que adentrou em sua casa andou até o armário para pegar uma garrafa de vinho que pertence a Sakura , correu para o banheiro com um copo na outra mão ; A cada gole chorava ainda mais em pensar que " poderia " ter um filho do momento mais triste de sua vida , permanecia sentada no chão em baixo do chuveiro ligado na água quente , uma cena realmente lamentável para alguém que prezava correr atrás de um futuro melhor . Num deslize o copo cheio caiu no chão lançando estilhaços de vidro pelo local , o jeito foi continuar a beber direto da garrafa mesmo , o vinho derramado se misturava a água do chuveiro formando uma poça rosada que seguia direto para o ralo . Infelizmente tem outra garrafa guardada , para o desespero do bebê isso irá durar o dia todo ou até que Hina cai no sono o que não vai ser muito fácil de acontecer .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    A Noite chegava serena e gelada para aquela época do ano dando indicio de que o frio pode aumentar muito , em meio a esse clima Sasuke encostava o carro em frente de uma conveniência vinte e quatro horas , que vende tudo o que você pode imaginar . Claro que os alimentos são o carro chefe . O cliente encontra uma grande variedade de obentos conhecidos como refeições prontas , saladas , lanches , onigiris conhecidos como bolinhos de arroz , sanduíches , pães , batatas fritas , lámens , doces , salgadinhos e salgados típicos japoneses como frango frito e croquetes . Ali tudo é muito conveniente de fato , você pode comprar um sanduíche e pedir para esquentar , por exemplo . Está com vontade de comer um lámen? É só preparar ali mesmo ! No balcão tem garrafas com água quente . Sasuke entrou no estabelecimento para checar se o local era bom para descansar a mente atormentada por seus problemas , se sentiu confortável pelo fato de não haver outro cliente além dele apenas uma funcionária de cabelos rosa , acho que vocês já devem imaginar quem é ; O Uchiha se acomodou em uma mesa com apenas duas cadeiras perto do balcão principal , junto de si carregava uma bolsa preta de costas bem simples , depositou uma pasta transparente cheia de papéis em cima da mesa . Sakura quase caia de sono por conta dos turnos ali , com os dois cotovelos apoiados em cima do balcão , a morena sentia um cansaço tão grande ao ponto de tirar uns cochilos ali mesmo , o problema é que os outros funcionários já tinham ido embora fazia um tempo ; A moça despertou com certa dificuldade de reconhecer o local , assim que avistou Sasuke o susto foi inevitável por conta do sono ainda muito forte , o jeito foi ir até o banheiro para lavar o rosto inchado . Quando voltou , Sakura foi direto atender o rapaz :

    _ Boa Noite ! O senhor quer pedir algo ?

    _ Uma passagem para a lua , por favor ! _ Sasuke respondeu sorrindo e de uma forma bem calma _ Ou para qualquer outro planeta !

    _ Olha , se o senhor olhar do corredor três talvez tenha !

    Ambos riam sem nem saber o porque .

    _ Não se importa se eu ficar aqui a noite inteira ? _ Sasuke perguntou enquanto vasculhava a bolsa em busca de uma caneta _ Preciso terminar um relatório urgente e também pelo fato de quero fugir da minha vida pelo menos um pouco !

    _ Fique a vontade ! _ Sakura respondeu com um sorriso , mesmo sabendo que deve manter o carisma com os clientes não era sempre assim que acontecia por conta do stress e de alguns caras tarados que apareciam ali , aquilo não foi forçado e sim espontâneo vindo da mesma _ Mas não quer alguma coisa para comer ou beber ?

    _ Sim , dois cafés por favor ! _ Sasuke pediu com uma voz bem suave _ Bem forte !

    _ Não quer beber um primeiro ? Depois eu trago o outro , senão vai esfriar logo !

    _ Não ! É um pra mim e outro pra você ! _ As palavras do rapaz espantaram um pouco a moça , mas foi de uma forma tão doce que não a fez pensar alguma coisa maldosa do moreno _ Percebi que você tava quase dormindo ali , assim um não deixa o outro cair no sono e eu sou único cliente aqui no momento então acho que isso não será um problema !

    _ Bom , acho que um cafezinho seria ótimo para manter o sono longe durante um tempo ! _ Salura respondeu enquanto caminhava em direção ao balcão . Ao retornar depois de quatro minutos depositou as duas xícaras em cima da mesa em seguida se sentou , Sasuke continuava a grifar os parágrafos que teria de analisar e refazer _ Você trabalha direto aqui ? Pelo jeito que você tá exausta parece que não descansa há dias !

    _ Sim , mas só estou fazendo isso pela minha amiga que mora comigo e está desempregada no momento ! _ Sakura soprava as palavras enquanto apoiava o cotovelo direito na mesa _ Devo muito a ela !

    _ As vezes fazemos muito pelas pessoas mais importantes de nossa vida sem imaginar o que pode nos acontecer no futuro por conta disso ! _ Sasuke disse no instante em que pensou em seu pai _ No meu caso vou ter que arruinar a vida do meu melhor amigo para ajudar meu pai que eu nem me dou tão bem !

    _ E o que te levou a escolher seu pai em vez do seu amigo ?

    _ Boa pergunta ! _ Sasuke parou de escrever para fitar a rosada nos olhos _ Nem mesmo eu sei porque vou fazer isso com o Naruto , ele me ajudou em muitos momentos ! As vezes me dá uma vontade de ir embora pra um país bem longe daqui sem avisar minha família , mas... Ai eu paro pra pensar e vejo que de qualquer maneira vou me ferrar nessa história !

    _ Eu não posso te dar conselhos até porque eu também não me dou bem com minha família , então estamos no mesmo barco ! _ A rosada disse antes de tomar um gole de café _ Mas uma coisa eu tenho certeza : Existem amigos tão valiosos quanto familiares , as vezes eles fazem mais por nós do que os do mesmo sangue , então se você considera tanto esse Naruto , sugiro que pense um pouco mais no que vai fazer !

    _ No meu aniversário de seis anos meus pais só convidaram a família dele para um almoço de comemoração , logo que minha mãe saiu para ir no mercado eu pulei em uma piscina muito funda que ficava atrás da casa e me afoguei , se não fosse pelo Naruto me achar e ir correndo pedir ajuda para o pai dele me tirar dali eu não estaria aqui ! _ Sasuke contava enquanto se recordava das poucas lembranças daquele dia ainda tão fortes , mesmo que tenha sido há muito tempo atrás _ Eles chegaram uma hora antes do horário combinado porque o Naruto queria ir logo para brincar comigo de corrida , o único que estava em casa além de mim era meu irmão mais velho que tava com rádio muito alto no quarto , resumindo.... Eu realmente não sei o que faço da minha vida !

    _ Então seja lá o que seu pai esteja querendo , não faça ! Porque você nunca poderá pagar ao seu amigo o preço por ele ter salvo sua vida ! _ Sakura afirmou com toda a certeza como se fosse bem intima do rapaz , mesmo depois de notar seu atrevimento continuou a dar o conselho _ Se é tão ruim o que seu pai quer , pelo menos impeça que se concretize , assim não trairá seu amigo e fará a coisa certa ! Na minha opinião !

    _ Obrigado por me ouvir tão bem ! _ Sasuke disse com um sorriso _ Precisava saber da opinião de alguém além do meu pai , ele só pensa em dinheiro e tenho certeza de que ele nunca vai desistir disso !

    Ai que você se engana rapaz , seu pai não está sego pelo dinheiro mas sim por vingança , o desejo que você tem de ser aceito em sua família tampa essa verdade . O pior é saber que tudo o que a rosada disse vai entrar por um ouvido e sair pelo outro , ou seja , não vai mudar em nada o futuro .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Naruto estacionou o carro em frente ao prédio onde os pais estão hospedados , logo depois passou pela recepção e pegou o elevador para subir . No corredor tinha apenas uma faxineira limpando o chão , o loiro bateu três vezes na porta mas ninguém atendeu , a mulher vendo isso se aproximou e perguntou :

    _ Licença , o que você é dessas pessoas que estão hospedadas nesse quarto ?

    _ Filho ! _ Naruto respondeu calmo e curioso pela pergunta _ Por quê ?

    _ Bom é que... A ambulância acabou de vir buscar um homem loiro desse quarto ! Isso tem uns dez minutos....

    O rapaz nem esperou a mulher terminar de falar o ocorrido e saiu correndo para pegar o elevador , mesmo apertando em seguida os botões , nenhum abria a porta então o jeito foi descer de escada mesmo pois para quem está com pressa os minutos são cruciais ; Infelizmente os pensamentos do rapaz não o ajudavam a se acalmar nem um pouco : " Ele acabou de morrer " , " Tem poucos horas de vida " , " Já não tem mais nada que se possa fazer além de esperar " . Naruto manteve a mão direita no volante e a esquerda na cabeça todo o caminho até o hospital que fica a uns quinze minutos , mas para quem acelera cada vez mais chega rápido , seu único companheiro foi as lágrimas . Assim que chegou lá avistou sua mãe na sala de espera com o celular encostado no ouvido direito , vocês devem imaginar a reação do rapaz quando se aproximou da ruiva :

    _ POR QUÊ NÃO ME AVISOU ?

    Kushina colocou a mão na cabeça como que se preparando para o combate :

    _ Eu estava te ligando agora mesmo ! _ A ruiva mostrou a tela do celular para o filhote _ Olha filho , não me venha com quatro pedras na mão ! Não estou afim de brigar !

    _ Não vim pra isso ! _ Naruto respondeu ao mesmo tempo que tentava se controlar para não começar outra briga interminável _ Como ele tá ?

    Kushina se sentou em um dos vários bancos na sala de espera , com a manga do moletom enxugou os dois olhos por um certo tempo ; O susto foi tão grande que a mesma nem se importou em tirar a roupa de dormir , já o rapaz está como de costume que é jaqueta preta sem muitos detalhes , camiseta branca com uma frase em inglês , calça jeans e um tênis da nike . Naruto se sentou para abraçar e acalmar sua mãe , por mais que brigassem , ele sentia de longe a dor nos olhos tristes e inchados de sua mãe . O jeito era andar de um lado para o outro na sala , esperando noticias boas ou... ruins , cada minuto era uma um batida á mais que acelerava nos dois corações .

    Mudanças desde o último crime cometido pelo rapaz até agora : " Não frequentava mais festas e baladas , ainda bebia muito mas somente sozinho em seu apartamento , não passou a noite com outra mulher além de " Hinata " , estava " um pouquinho " mais educado com as pessoas , não pensava em sair para se distrair um pouco , etc . No momento sua vida , antes festeira e divertida para o mesmo , agora se baseia somente em seu pai que está com a chame da vida por um fio .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Pelo menos nessa noite tão tumultuosa Sasuke e Sakura estavam se divertindo depois de encerrar o assunto do Naruto , contando micos do passado guardados até momento , foi impressionante a química de amizade entre os dois . Sasuke conseguia até se esquecer do que o perturbava para dormir tranquilo todas as noites ; Sua vida mudava drasticamente também , tudo o que o motivava antes como as baladas já não fazia falta , e pela primeira vez na vida se encantava com uma moça simples no modo de ser , incrível por dentro de uma forma que nenhuma das mulheres que teve contato até o momento tinha demonstrado . Infelizmente devo informar que um acontecimento nada agradável vai quebrar o clima tão diferente e gostoso dos dois amantes da noite , não vai demorar muito... Continuando , depois de Sasuke parar de rir da história da rosada de como tinha dado o primeiro beijo , o rapaz a encarou nos olhos , essa troca de olhares durou quase um minuto sem algum dos dois se mexer ou falar . O silêncio só foi quebrado quando a moça foi pegar a xícara do rapaz que estava muito na beirada da mesa sem tirar os olhos do mesmo , nessa tentativa Sakura derrubou o café no colo do Uchiha e o pior é que só se deu conta da situação quando Sasuke desviou o olhar para ver o que tinha acontecido :

    _ Meu Deus me desculpa ? ! _ A moça se pronunciou _ Foi sem querer !

    _ Não precisa ficar assim , é só um café ! _ Sasuke afirmou rindo da expressão de preocupação da rosada _ Não estou bravo com isso !

    _ Vem comigo ! _ Sakura puxou o rapaz pela mão até chegar na cozinha , onde caçou um pano limpo para ajuda-lo a secar o café _ Tenho certeza que tem algum por aqui , eu mesma guardei hoje !....... Achei !

    A moça entregou o pano assim que achou , enquanto o Uchiha se secava vinham pensamentos " meio " pervertidos na mente da rosada : " Meu Deus que homem é esse ? Sério , se eu tivesse bebido algo com álcool já teria atacado e dado em cima dele ! " ; Ali mesmo voltaram a conversa de antes sobre os micos da vida .

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

    Hinata despertou de um cochilo no banheiro , sim desde aquela hora ela está ali chorando , largou a garrafa vazia no chão úmido e gelado para assim apoiar as duas mãos na parede e conseguir se levantar . No meio do caminho pelas escadas em péssimo estado , a moça agachou no chão para pensar no que ia fazer para colocar um fim daqueles pensamento que tanto atormentam , a morena abriu o jaqueta jeans que vestia na intenção de pôr a mão na barriga e sentir que tudo aquilo era mentira .

    Um conselho : Muito cuidado com o que você está preste a fazer moça , pois essa sua sede de não sentir mais dor ou qualquer outro sentimento em relação aquele dia que tanto te assombra , pode se tornar uma culpa que será ainda mais pior que a sensação de ser abusada !

    Mesmo com muita dificuldade de se manter de pé Hinata conseguiu se levantar , voltou a descer as escadas parecendo um bebê nos primeiros passos sem o apoio da mãe , a cada passo um lágrima caia de seu rosto pálido e vermelho de tanto esfregar as mãos . A moça saiu do prédio cambaleando , com os pés descalços foi até a beirada da rua escura por conta de um poste com a lâmpada recém queimada , olhou para os dois lados da rua e avistou de longe um carro que se aproximar ; Hinata colocou o pé direito na rua sem faixa , sentia uma pontada na barriga como que se o bebê perguntasse : " Mãe o que você vai fazer ? " , o carro com o farol baixo dificultava ainda mais a visibilidade de qualquer coisa na rua ; O motorista desviou seu olhar para mexer no celular , nesse exato momento Hinata caminhou até o meio da rua e ficou ali parada , quando o homem olhou para a frente e viu a moça freou bruscamente para tentar parar o que não deu muito certo porque.... mesmo tentando desviar o carro foi impossível de não esbarrar e derrubar a morena no chão , o barulho da derrapada ecoou pela rua calma até uma certa distância ; Hinata rolou três vezs pelo asfalto escuro desacordada .....


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!