Destination

  • Aelita
  • Capitulos 5
  • Gêneros Bishoujo

Tempo estimado de leitura: 24 minutos

    18
    Capítulos:

    Capítulo 3

    Capítulo 3

    Álcool, Hentai, Linguagem Imprópria, Sexo

    Oie pessoal

    espero que gostem do capitulo

    desculpe pela demora infelizmente não tenho muito leitores nessa categoria.

    De acordo parece mais lindos leitores prometo escrever e postar com frequência

    Beijos boa leitura espero que gostem do capitulo

    Sakura podia ver muitas mulheres ao seu redor suspirava, a ver supunha que algumas mulheres encontrariam sua corpulenta masculinidade bastante atrativa; até ela devia admitir que havia algo fascinante em toda essa força contida dentro do traje de etiqueta negro e a camisa branca. O homem estava sua frente vestido elegância mostrava alta confiança.

    Ele sentou ao lado seu avó cumprimentado.

    __ Desculpe-me meu atraso ouve imprevisto.

    Meu pai baixou cabeça o agradecendo por ter nós convidado, homem cabelos avermelhados vez um gesto com a mão , fazendo mesma hora meu pai parece de falar.

    __Eu deve agradecer , tudo o Sr. vez pela nossa empresa todos esses anos de trabalho .   Homem se virou em minha direção.

    __ Desculpe Srta. Mamiya eu pretendia devolver seu celular, desculpe não tive tempo de procura-la. Você deixou cair no elevador.  – Com elegância ele retirou meu celular do bolso estendeu a mão eu pegasse.

    Eu agradecer. __ Muito obrigado por devolvera-lo.

    __Então vocês dois se conhece? Des quanto. – Perguntou Avô dele. Moço respondeu pode ver pequeno sorriso de respeito forma seus lábios.

    __ Nós acabamos ficando preço dentro elevador juntos. Eu estava indo embora do apartamento conhecido.

    Conversamos sobre assuntos aleatórios, descobri Sr. Rokudo havia apenas 23 anos era jovem empresário bem-sucedido. O tempo todo ele havia se mostrado homem educado elegante. Apreciamos almoço o Senhor pediu nos prestamos atenção no que ele iria dizer.

    __ Desculpe Srta Sakura envolve-la nesse encontro Miai, na verdade eu contaria a Srta. Ouvisse eu tenho a dizer. Novamente peço volta de respeito Senhor Yuri.

    __ Como havíamos conversando sobre assunto é assuntado deligado caiba essa decisão Srta. Sakura.

    Moço Rinne disse reprendendo seu avô . __ Vovô ! Por favor !.  Acredito a Srta Mamiya Sakura não queira se envolver nossos problemas. Vovô! Por favor deixei eu tomarei providências sobre esse assunto.  Avô dele vez gesto com mão indignado ele parece de falar.

    __ Acredito essa é única escolha que temos Rinne. Assim o Senhor olhou serio para Neto.

    __ Vou explicar desse começo. Meu pedido a Srta. Sakura viesse esse encontro casamento. A srta. Pode ver meu Neto é herdeiro oficial nossa empresa, ultimamente ouve rebelião entre sócios diretores , ele entraram acordo o , meu neto assegura sua posição oficial herdeiro e feche teria ser casar cerca de um ano.

    __ Por favor Srta. Sakura estou pedido fica ao lado meu neto. Em troca relacionamento, prometo pagarei futuramente seus estudos em qualquer faculdade queira entra, mesmo se quiser estudar futuramente fora do país. – Senhor baixou sua cabeça para mim, me pedindo suplico.

    Ele havia me tido me pegou de surpresa olhei para meu pai, percebi meu sabia de algo. Meu pai me olhava assustado esperando por minha resposta. A oferta só senhor era muito boa em pagar meus estudos assim meu pai não teria dificuldades futuramente em se preocupar em pagar minha faculdade além do, mas faculdade medicina era uma fortuna. Antes domar decisão correta fiz mas algumas perguntas.

    __ Por favor antes de eu responder poderia fazer algumas perguntas? E claro se não for incomoda-los .

    __ Claro que não sinta se à-vontade. – Disse Rinne me encarando.

    __ O senhor Rokudo, não senti algo especial por outra mulher? Desculpe te pergunta isso , mais não quero futuramente isso de prejudique .

    Ele me olhou surpreso, não tivesse entendido minha pergunta. __ Por favor dessa sincero comigo. – disse tom suplico.

    __ Não ninguém. Eu ame isso Srta. Se refere.

    Eu sorri não queria prejudica alguém por causa de uma farsa.  __ O senhor está de acordo nosso relacionamento? Eu não quero sinta-se forçado por causa da minha decisão.

    __ Eu não tenho escolha. Apenas não desejo milhares funcionários sejam prejudicados por meinha mal conduta.

    -“Ele não parece ser homem apenas em dinheiro”. – Pensei olhando sua expressão de preocupado.

    __ Sobre nosso relacionamento devemos agir? O senhor me disse eu deveria casa-me com o Sr. Rokudo ? A princípio acredito diretores desfiaram se nos casamos em pouco tempo.

    Meu pai me reperdeu .__ Mamiya Sakura !

    __ Por favor Senhor Yuri não a reprenda, vejo Srta. Sakura está preocupada com futuro dela, além do mais, posso ver ela garota muito decisão suas escolhas. – Disse o Senhor.

    __ Estou disposto ouvi-la  Sua filha, maior respeito. – Disse Rinne.

    __ Eu quero dizer é aceito acordo,  estou fazendo isso seria grande alívio poder saber meu pai não terá dificuldades futuramente em pagar minha faculdade. – Disse pequeno sorriso.

    __ Sobre relações de você acredito poderão começar devagar , se não Srta, não quiser nada meu neto eu entenderei , está fazendo grande favor a nós , de salvar posição meu neto empresa. – disse presidente .

    __ Sobre casamento. Por favor aceite esse pedido. Mesmo futuramente você não derem bem, aceitei o divórcio em ano, não seria justo nossa parte em dar algo em troca além eu pagar seus estudos . Darei 5% nossa empresa a Srta, depois um ano de estarem casados. Assim viria se cobrir com acordo.

    Apenas neguei com cabeça recusando proposta.__ Não quero nada em troca , não seria justo toma-lo 5% sua empresa algo foi construído suor dos outro. Sua proposta é generosa de mais em pagar meus estudos.

    O senhor começo rir .  

    __ Acredito a Srta. Tem grande futuro pela frente sua generosidade . Por favor sem algo deseja apenas me diga .

     

    __ Acredito eu seu pai temos muito o que discutir . Por favor Sr. Yuri me acompanhe.

    Meu pai parecia muito nervoso ele se levantou atrais do precedente , apenas deixado eu moço sozinhos, o silencio se manteve por alguns segundos então ele disse.

    __ Desculpe por envolve-la nisso. Sinto muito. Eu não tocarei apenas for necessário em público. Não desrespeitado.

    __ Peço desculpe ótima vez , eu ter beija- sem sua permissão no elevador. Percebi Srta estava sentido mal com falta de ar.

    Neguei com cabeça . __ Tudo bem. Não o que desculpas, você apenas tentou me ajudar.

    Ele se levantou . __ Que tal irmos dá uma volta pelo jardim? Eles conversam? – ele me perguntou entendo mão para mi.

    Eu levantei aceitei seu convide. Ele me ajudou me levantar começo me conduzir direção ao jardim.

    __ Acredito parte agora terei conhece-la minha futura noiva.

    Eu rir seu comentário.

    __ Eu digo o mesmo. Nos dois rimos. Paramos de caminha paramos de baixo uma árvore já o sol estava muito forte . Senti sua aproximação denim, ele levou sua mão meu cabelo ajeitando flor estava meu cabelo.

    __ Pronto ! Por favor parti de agora me chame de Rinne . ele estendeu mão para mi.

    Corei não estava acostumada chamar as pessoas pelo primeiro nome, apenas aquelas eu tinha intimidades.

    Elevei minha mão, aperta mão dele. __ Me chame de Sakura .- disse.

    Pode ver sorriso formando seus lábios. __ Prazer conhece-la Sakura .   Eu menos esperava ele beijo palma da minha mão .


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!