Casamento Por contrato

  • Sabrina Clan . Atualizada 10 dias
  • Capitulos 17
  • Gêneros Romance e Novela

Tempo estimado de leitura: 4 horas

    18

    Capítulos:

    Capítulo 14

    Capítulo 14

    Estupro, Hentai, Linguagem Imprópria, Sexo

    Oie!!

    Eu sei demorei um pouquinho

    Estava lendo .. e revindo decide mudar algumas coisas

    rsrs deixa as coisas porquinho mas emocionantes

    Boa leitura espero que gostem.

    Quero comentários!!!!

    LUCY PO’V

    Era uma tarde cinzenta e triste, estava mais do que na cara de que iria chover, na verdade mais parecia que o céu inteiro fosse cair naquele dia. Para piora não sabia o futuro me aguardava. Depois longo tempo chorando nos braços de Natsu. Por fim consegui para, novamente o convidei para entra, ele aceitou o convide entrou. Meu irmão havia entrado por vez estava no quarto, apenas deixando eu Natsu á sois. 

    __ Gostaria de beber algo? – Eu ofereci.

    __  Não se preocupe comigo. – Ele respondeu educadamente. Eu já esperava por sua resposta

    __Vou prepara um café para nós, Pode ser?.

    __ Você que manda.

    __ Fique à-vontade. – Eu disse, foi direção a cozinha comecei a prepara o café, e também algo nós comeremos.

    NATSU PO’V

     Muitas vezes me pega perguntado, onde eu tirei essa ideia maluca contratara como minha secretaria. Não espera no que isso iria dar. Eu “Natsu Dragall” tenho milhares de empregados em minha disposição por cima mulheres ainda aos meus pés, realmente um estalar de dedos teria qualquer coisa eu queira. Mas “ela” não é o que esperava. Tudo eu oferecia a ela simplesmente negava, veja onde fui para nesse exato momento estou na casa garota por cima menor de idade recusou de primeira se casar comigo por cima achou era louco.

    Como vida as vezes prega peças.

    Me mantenho em pé na sala, olhando em volta meu redor reparado a poucos movem na sala alguns quatros pendurados na sala, me aproximo para olha-los melhor. Vejo um quatro onde está menina de cabelos loiros aproximadamente ter cinco anos seu lado estava mulher segurando um criança no colo, esse deveria ser seu irmão Toumas , lado mulher homem alto.

    Esse são verdadeiros pais dela. Olha para lado vejo outro retardo, estava Lucy aparentemente deveria ter uns quinze anos, usava lindo vestido azul florido, ela estava sentada um balanço no parque, lá atrais deveria sua avó abalando.

    Eu realmente gostaria de perguntas certas a ela, acredito ela não se abriria comigo, acredito é cedo demais.  Da última eu esteve aqui Lucy havia desmalhado depois receber notícia que sua vó havia falecido. Se irmão me contou sua avó havia câncer, o câncer estava estagio muito avançado, mesmo ela fazendo todos os tipos de tratamentos. Ele me contou quem pagava os remédios algumas contas de casa era Lucy , ela não aceitava nem mesmo própria ajuda do seu irmão , muito menos da sua vó , já havia o suficiente pagando o aluguem da casa sua aposentadoria.

    Ela já mais aceitaria minha ajuda. Ela apenas aceitou se casar comigo devido suas condições, acredito ela esteja apenas querendo proteger seu irmão. Me sento no sofá esperando por ela, se passa acredito uns dez minutos, ela vem minha direção trazendo uma bandeja em suas mãos, ela deposita bandeja na mesinha do centro colocando copo de suco uma pequena xícara de café por último colocou prato feito ao centro. Parecia muito simples mais delicioso , era queijo cortado em formatado de quadrado, cenoura cortado e também havia toradas com manteiga em cima derretida .

    NORMAL PO’V

    __ Desculpe pela demora, estava preparado algo nós comemos. Eu sei é simples mas... – Ele a interrompeu. __ Tudo bem, não se preocupe. Ao dizer isso Natsu pegou xicara de café deu um gole , levou a mão pegar uma pequena torrada camela .

    __ O café está muito bom!

    __ Natsu!.  Ela a chamou.

    __ Sim .

    __ Eu sei não é hora para isso, mas seus pais? Sabe eu mal conheço eles. Será eles me aceitariam minha convivência com você? – Ele pousou agora o copo de suco na mesa e disse.

    __ Você não deve se preocupar isso. Meu pais, não se intrometer na minha vida pessoal muito menos da minha irmã. Nessa questão você pode ficar tranquila.

    __ Mas quero dizer, ele pensariam de mim. Você sabe media nunca se pronunciou falando algo seu respeito seu nome. Seria uma bomba assim do nada seus pais saberem você casou uma completa estranha eles nunca ouviram falar ou ver.

    __  Já lhe disse não se preocupar . Além do mais eles te aceitaram . Eu posso dizer meus pais meios ..... – ele fez uma pausa antes de continuar. __ Eles absolutamente extrovertidos posso dizer a vida meus levam é grande loucura . – ele rir , deixando por momento Lucy curiosa.

    Lucy estava comendo torada acaba se engasgando, começa a tossir . __ Tome mas cuidado.

    Continuando tossindo Lucy tentou dizer algo entre intervalos . __ Me.... des....culpa ....- Lucy toma um suco tentar para tosse .

    __ Não tem o que se desculpar, isso acontece. – Natsu se aproxima dela, e da de leve tapa nas costas dela. Lucy por um momento fica atordoada sentindo as mãos quentes dele em suas costas.   Depois momento Lucy fica aliviada por para de tossi. Eles começa conversa naturalmente assuntos aleatórios .

    __ Natsu sopre o termos ? . – Lucy tomou coragem pergunta-lo .

    __ Sobre isso , nós podemos conversa. Depois você vier mora comigo. Até lá não necessidade discutimos sobre isso.

    __” Ele é sempre assim , eu quero pergunta algo sobre relacionado o moramos junto . Ele desvia o assunto , sendo educado dispensado. Daquele maldito sorriso falso  “. – ela pensou.

    Lucy começa sinto sono, olhar para relógio estava na sala pendurado na parede , ela se assusta vendo era tarde . __ Nossa! Já são 18;33hrs . Tenho começa prepara a janta . – Lucy se levanta se espreguiçando abrindo a boca, denunciando estava cansada. Lucy senti puxão , ela desequilibra e cai em cima do Natsu estava segurando pela braço.

    __ O que você pensar estar fazendo? – Perguntou pela atitude inesperada dele.

    __ Descanse, o seu dia foi longo. Eu pedi algo para nós comemos.

    __ Mas eu..

    __ Sem mas Lucy.- Lucy continuava em cima de Natsu , ela tentou se afastar , ele impedido segurado pela cintura , ele se aproximo a beijo seus  cabelos.

    __ Humm.. Acho ganhei boa recompensa. – Ele dá sorriso favado, a vendo em cima dele.

    __ Seu !!. – Lucy tentar argumentar, estava muito envergonhada.

    __ Não fica assim. Você fica uma gracinha quando não está brava .- Natsu sem importa estra no zona de perigo , sabendo poderia acabar levando um tapa e socos , ao procura-la , ele ignorou pegou seu celular, ligou pedir algo .Ainda segurava pela cintura não deixa-la sair .  Do outro lado linha podia escutar uma mulher anotado seu pedido.

    __ O que vai quere? – Ele perguntou.

    __ Por mim. Qualquer coisa. – ela disse virando seu rosto não encará-lo .

    __” O que se passa na cabeça dele? Eu não entendo. Uma hora me provoca outra hora e super. gentil comigo , me fazendo perde o controlando sua frente .” – Lucy lembrou por momento acabou chorando nos braços dele, ela cora.

    __ Sim. Tudo bem. Por favor entregue aqui duas horas. Sim . – Natsu terminou de fazer a ligação. Ao tentar colocar seu celular da mesinha, reparou Lucy estava deitada sobre seu peitoral com rosto virando, ele não visse.  Ele se arrumou, deixa-la mais confortável sobre seu corpo deitada, começou a fazer cariciar os cabelos dela.

    Lucy pode senti o toque das mãos dele seu cabelo, acariciando. __” Isso é tão gostoso! ”.- Um momento Lucy fechou os olhos apreciando aquele momento de carinho.

    Sinto mão dele cariar meu braço ,sinto uma sensação agradável e sono, posso sentir seu perfume doce . Me perguntou , será estou aceitado suas caricias ? Será porque estou triste sinto meu coração quebrado e mil pedaços? Eu desejo alguém me conforte, eu sinto o desejo forte alguém me abrace.  Não, será algo mais?.

    Dez que a Senhorita Rita vez aquela pergunta, fez que eu desejasse construir uma família; realmente será possível construir uma família casamento falso? Além do, mas esse casamento não passaras de um contrato.

    Esse homem me prometeu me conquistar. No final das contas tenho medo de sair machucada. Sinto minhas pálpebras pesadas, mantenho meus olhos fechados.

    __ “ Ela fica uma gracinha quando não está brava “. – Ele pensou observa-la .

    TOUMA PO’V

    Estou no meu quarto , como de costume sozinho , já minha avó faleceu. Me sinto solitário. Olho direção para cama que ficava do lado direito pertencia minha avó , em cima cama havia algumas coisas caixas, pertences e roupas da minha avó. Eu minha irmã estamos separada o pertence dela para dá. Eu posso sentir o cheiro da minha avó no quarto. Só respostou nós dois, e minha irmã aceitou se casar . Eu não sei o que se passa na cabeça dela as vezes.

    Eu não me lembro muito nosso pais , era muito pequeno eles morreram, só consigo lembra pouco da voz da minha mãe me chamando para ir toma banho.

    Escuto barulho de moto, olho pela janela vejo uma moto parando em frente de casa ._” Será minha irmã pedi-o algo ? Ela não me disse nada .”. – Dou de ombro me afasto da janela. Volto me sentar na minha cama, pego o mangá estava lendo, e volto a ler. Escuto a companhia tocar , eu nem dou atenção sabendo que minha irmã estava la embaixo com seu suposto chefe e noivo . Novamente escuto a companhia tocar , não apenas segunda vez e sim quatro vesses .

    _” O que será idiota minha irmã está fazendo? Ela não foi atente a porta? Será ela saio com Natsu ? Não é possível o carro dele está estacionado na frente de casa.”

    Me levanto na cama e saio do quarto, olho direção ao quarto da minha irmã vejo a porta do quarto dela fechado. Algo me vem mente será minha irmã, ela está...... Não ! Não! Eca! Acredito que minha irmã não estaria fazendo algo desse tipo.

    Desço as escadas, escuto novamente caipanha tocar. _”Saco!” .  Vejo minha irmã e Natsu deitados no sofá juntos, me aproximo dos dois devagar percebo eles estavam dormindo juntos, minha irmã estava abraçado com ele.  Tento ignora cena do casal apaixonado, vou até porta abro. Vejo um homem usando um uniforme motoqueiro segurando algo na mão .

    __ Boa noite !. Pensei não havia ninguém em casa . Aqui está entrega o que pediram. – Ele retira algo da possa me entrega.

    __ Só um momento. Vou confirma tem de pagar algo ou estar pago. – Homem entrega uma nota dizendo estava pago. Ele se despede e estava preste sair , vejo Amiga minha irmã Levy correndo direção a porta seu lado estava John .

    __ Ei espere !!! Touma – ela disse. Eu espero eles se aproximar.

    __ Sua irmã está em casa ?

    __ Ela está sim , Está dormindo .

    __ Não acredito eu disse ela que viria mas trade.  Ela e capaz de dormi me deixar aqui plantada. A não se me de licença Touma estou entrado!! . – sem nem um aviso Levy entra em casa seguido de John segurava algumas sacolas na mão . Dou de ombro espero Jhon entra fecho a porta , escuto Levy grita.

    NORMAL PO’V

    __ Iya!! O que ele está fazendo aqui? –  Levy se assusta ver sua amiga dormindo e abraçada sem mais se menos Natsu .

    O grito vez Lucy acordar a sustada se levantar, olhando para os lados se recuperando do susto . Lucy ver Levy apontado em sua direção , aparentemente estava pálida.

    __ Levy! Por favor não me assuste assim . Por você gritou ?.

    __ O---O QUE ELE ESTÁ FAZENDO AQUI? .

    __ Por cima você estava dormindo com ele sofá! E você dois estavam agarrados.

    __ Hum.. Lucy você e danadinha. – disse Jhon tom malicioso.

    __ O que tu estar falando  ? .- Lucy olha para lado ver Natsu se levantado os perros de Levy , ele segura a cintura de Lucy.

    __”Puts merda! Eu esqueci levy viria me ver hoje e, Natsu esta aqui Deus eu acho peguei no sono! Não!!!!” . – pensou Lucy

    __ Finamente acordou! Só assim acorda vocês dois. – disse Touma ver Natsu esticar os braços.

    __ Acho peguei no sono . – disse Natsu .

    __ Vocês encomendaram algo? Chegou uma entrega de comida. Vocês dois estavam dormindo tão profundamente não escutaram nem companhia.

    __ Sim! . Pedido comida. – Disse Natsu se levantado do sofá. Lucy se mantinha imóvel.

    __Lucy! – Levy pronuncia seu nome tom nada agradável, dizendo estava na hora  interrogatório daquele .” Tu diga a verdade, tu será torturada até tudo esteja detalhado sua relação  “.

    __ Calma eu posso explicar .

    __ E bom mesmo!!. – Levy cruza os braços esperado ela começa a falar.

    Natsu se levanta do sofá do beijo na bochecha inesperado rosto de Lucy. __ Bom , eu Touma vamos server comida. Vocês conversa.

    __ Mas espe.... – Lucy tentar receber algum apoio de Natsu.

    __ Bom aproveitar buscar algo bebemos . Touma vem comigo.

    __ Mas antes Touma guarda isso trouxemos sorvete . – disse Jhon entregando sorvete ao touma , passava recipiente para Mãos de Natsu.

    _” Não acredito, Ele vai deixa sozinha nessa !. Seu traidor. – Pensou Lucy choramingando.

    __ Vamos ? – chamando Touma.

    Natsu sai de carro com Touma deixando Lucy seus amigos, com muita calma atenta os detalhes ela explica sua relação com Natsu .

    __ Entendeu ? Ele é meu chefe Levy .

    __ E vocês dois tem prometer não contar nada para ninguém está historia de casamento.

    Levy dá um pata sua boca , indicado ela não dizer única palavra. __ Mas ele não te pedi-o em casamento ?.- ela perguntou curiosa.

    __ Sim . ele pedi-o . No começo não aceite é uma loucura, estou aceitado por causa meu irmão. Até eu possa recupera financeiramente.

    __ Lucy diria você é completamente idiota. – Disse Jhon. __ Para de ser enganar, tu mesmo não gostasses desse homem não estaria dormindo com ele por cima agarrada nos braços dele.

    __ Não é não gosto dele. Não dizer o que sinto por ele, apenas só isso. Nunca me imaginei me cassar nessas situações por cima homem completamente rico, dono grande empresa a qual não faço menos ideia sobre ele .

    __ Tenta conviver com ele sua boba. Se não der certo você pode separa, é simples assim.

    __ A questão não é essa! Você não entende! . Eu não quero depender dele para nada! – Lucy afirma.

    __ Pense nisso como oportunidade, você termina escola tranquilamente, pode pagar metade bolsa seu irmão.

    __ Eu não Levy . Se arrume, mas um emprego acho conseguiria me manter.

    __ Não vem essa Lucy. Você mal se aguenta em pé na escola de amanhã. Seu segundo trabalho noturno?

    __ Eu não estou mas trabalhando já uma semana. Foi demitida.

    __ Por que? Você não era apenas garçonete?

    __” Droga não dizer ele, que simplesmente eu estava trabalhando uma dançarina que Natsu simplesmente invadi-o o clube de dança me salvar de um certo alguém”.

    __ E porque não estava tento muito movimento a noite, por isso o dono dispensou algumas garçonetes.

    __ Entendo. Mesmo assim você não deveria deixa essa oportunidade passar. – Levy aponta direção estante onde costumo deixa uma pequena pinha de contas para pagar.

    __ Veja só aquilo, pinha de contas. Acha mesmo conseguiria dá conta aquilo tudo? Mas ter de pagar enterro da sua avó parcelado. Por cima tem o aluguem, fora outras contas.

    Eu faço bico .__ Por isso tenho arruma outro serviço. Além do mais eu consegui pagar as contas, posso evitar esse casamento.

    __ Para de ser teimosa! – disse Jhon . __ Para isso vocês teriam que arruma outra casa menor. Quem alugaria uma casa para dois menores de idade?

    __ Eu dou jeito! Sempre dei.

    __ Cero , certo! Não venha dizer nós não te avisamos. – completou Levy. Escutamos a porta da sala abri, vimos Touma e Natsu entrado algumas bebidas nas mãos . E Levy aponta direção o Natsu dizendo .

    __ O que me entrega é como ele pode ter 21 anos? Parece mas um estudante de terceiro colegial!.

    Natsu retira do seu bolso seu paletó sua carteira ele abre, mostrado seu RG. Levy se aproxima ver o seu documento.

    __ Isso parece ser falso! Você tem mesmo 21 anos? Me explica o que faz nas aulas de educação física?

    Natsu guarda o seu documento disse tranquilamente . __ U.S.A universidade Santos Anjos . é escola preparatória para universitários, eles o brincam nós universitários fazer exercícios . Não tem como evitar obrigatório. Eu não sou aluno do colegial vocês pensavam.

    __ O que faz maior parte, no prédio dos alunos colegial ? – Perguntou novamente Levy fazendo interrogatório.

    __A empresa MSC tem costume contratar alunos temporários empresa, meio da chance e oportunidade para os alunos.

    __ Maior parte tempo frequento prédio, recolher inscrições na secretaria para empresa. Isso responde suas perguntas. –

    Jhon decide chamar atenção de Levy. __ Vamos Levy deixe o homem em paz. Aceite ele é Lucy então juntos. Lucy tentar ajudar evitado que Levy continue com seu interrogatório.

    __ Isso mesmo! Não aproveitamos vamos comer, já eles trouxeram as bebidas.

    Deixando o assunto de lado, Lucy server a mesa. Eles começam a comer jogar conversa fora. Levy um momento olha maliciosamente direção a Lucy e diz .

    __ Finamente Lucy , você arrumou um namorado ! Ate que fim você vai desencalhar var perde...

    Lucy a interrompe , olhando feio direção a Levy ; __ Levy! Cala essa boca.

    __ Se deixar até seu irmão, vai perde primeiro que você .

    __ Não começa Levy!

    __ Relaxa Lucy querida. Levy está dizendo essas coisas porque ele acabou de leva um fora esse dias.  Conhecendo ela sabemos ela necessita descontar em alguém.

    __Jhon não começa.

    __ Ahhh agora você vai recebe mesmo troco Falando de mim .

    __ ne ne Jhon . Levy levou um fora de quem .

    __Sasuke universitário do segundo ano advocacia

    __ Eu já disse eu não levei um fora dele .

    Lucy começa tira sarro de Levy , na frente de todos , deixando Levy envergonhada. Por fim , todos decide irem embora para suas casas . Lucy acompanha Natsu ate porta de casa , se despedindo dele.

    __ Boa noite Natsu. Dirija com cuidado . Muito obrigado por hoje. – disse Lucy segurando porta, Natsu estava do lado de fora .

    __ Boa noite. Nos vemos amanhã empresa. Ele se despede dela com selinho, se firando indo direção seu carro.

    Na amanha seguinte Lucy levanta fazendo sua rotina , preparando o café-da-amanhã, indo para escola seu irmão de Ônibus. Na escola Lucy tenta ter foco nas aulas, seu lado Levy simplesmente dormia se não ouve nem um problema.

    __” Ela consegui dormi assim? Essa Levy não toma jeito”.- Lucy escutava o professor de biologia explicar matéria . O restante do dia Lucy continuou na escola, fechou fim do período escolar Lucy se despede seus amigos de seu irmão, ele domasse cuidado ao ir para casa, ela começa caminha direção a MSC o chegar na empresa ver funcionários sussurrando e olhando em sua direção .__” Calma Lucy. Só ignora esses olhares. Você consegue. “.  

    Ela passa no recepcionista pedido novo agenda com os horários do seu chefe, a mulher entrega sem olhar. Lucy segui seu caminho até o elevador . O chegar no seu escritório ela se senta , escuta seu telefone tocar . Ela olhar visor , atente rapidamente .

    __ Boa trade Senhor. – respondeu Lucy.

    __ Boa tarde Lucy. Eu sei está empresa . Não precisa toda formalidade comigo.

    __ Desculpe . – ela se desculpou.

    __ Não à o que desculpar. Eu só liguei te avisar tenho assunto tratar, tenho almoço de negócios, estou agora saindo U.S.A. Eu não voltarei para empresa tão cedo. Poderia me fazer um favor ?

    __ Mas é claro. O que seria?

    __ Você poderia ir na minha sala. Ao entra você vai ate minha mesa.  Vai ter uma pequena gaveta , ela vai estar aberta . Lá dentro vai ter uma pequena chave dentro uma pequena caixa azul.

     um quadro desenhado um aquário.

    __ Tudo bem . Só um momento. – disse Lucy se levantado da sua mesa , entrado na sala do Natsu, ela se aproximou sua mesa avistou  a terceira gaveta , ela abre ver pequena azul ele havia tipo , ela abre ver uma chave.

    __ Achei , já estou com chave . – Disse ela

    __  certo, próximo aquário terá um armário. Essa chave server para abri-o . Poderia pegar um documento para mim? Está na quinta gaveta.

    __ Certo.

    __ O documento está dentro envelope branco, ele tem nome empresa NeonCrys. Mandei um alguém as buscas esse documento.

    __ Ok. Eu faço com chave ?- perguntou.

    __ Apenas guarde no mesmo lugar por favor.

    __ certo.

    __ Tenho desligar, nós vemos mas trade.

    __ Tchau, até mais tarde .Senhor Natsu.- do outro lado linha Lucy escuta Natsu tentado segura sua risada.  Entre risos , ele se despede dela.

    Lucy abre o armário, começa vascular entre vários envelopes acha nome empresa citado por Natsu. Ela apena fecha o armário, coloca a chave onde encontrou . Lucy voltou para sua mesa continuou seus deveres como secretaria, recebeu mensagem avisado o motorista ele iria enviar iria buscar documento depois horário de almoço dela. Lucy desce para refeitório consigo leva alguns itens pessoal consigo uma pasta havia documento, caço motorista aparecesse  

    __ “ Assim eu não vou necessitar subir, ele aparece no meu horário de almoço”. – com isso Lucy vai ate refeitório começa almoça sozinha , ao termina passa seu tempo sentada na mesa olhando o movimento alguns funcionários , receber uma ligação . Ela atente.

    __ Olá ?.

    __ Senhorita Lucy ?.

    __ Sim ?  Ela mesma .

    __ Eu motorista o Sr. Natsu mandou busca-lo documento. A mas uma coisa .

    __ Sim senhor. Ele me avisou mandaria um motorista. Só momento já vou levar até o Senhor, Estou refeitório.   

    __ A senhorita pode ficar ai, eu vou até senhorita algo o Sr. Natsu mandou avisa-la pessoalmente.

    __ Tudo bem. – Sr. motorista desliga vai direção refeitório. Lucy se levanta pega suas coisas , copo se suco ela carregava, despeja-lo antes de jogar o copo descartável no lixo.  Quando Yuki vem em sua direção esbarando em Lucy e sai-o andado. Fazendo o suco ser despejado por toda sua blusa, fazendo com que envelope caísse no chão.

    __ EI!!... YUKI .- Lucy  pretendo quase paciência ela chama sua atenção.

    __ Olha só! Eu acabei esbarrando em você. Desculpe, mas eu não vi.

    Lucy acaba se irritando tom se sarcasmo de Yuki.

    __ Da.. – Lucy é interrompida por Yuki .

    __ Foi mal, Não falo com garotas de programa.

    __” Garota de programa? Ela acabou de me chamar? ”.


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!
    Compartilhe