Os Cinco Selos

Tempo estimado de leitura: 24 horas

    14
    Capítulos:

    Capítulo 40

    Lótus

    Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência

    Yo. Como está suas férias? A minha está muito boa. Tipo, minha placa de videos deu problema e talvez tenho q vender meu xbox pra comprar a placa e uma fonte.

    Super divertida minhas férias.

    Boa leitura ^^

    Leviatã, após Asmodeus dar a ordem, atacou os selos com dois de seus tentáculos. Com uma reposta rápida ao ataque, Aiken sacou suas katanas negras e cortou os dois tentáculos. Mas, como já previsto por ele, novos tentáculos apareceram em segundos.

    Era difícil para os selos fazerem algum ataque, pois Leviatã estava na água, só o Edward conseguia por voar, mas, infelizmente, por lutar contra Guerra, ele não estava cem por cento.

    Leviatã fez outro ataque com seus tentáculos, dessa vez Dante segurou um deles, Pietra, bastante ágil, subiu em cima do tentáculo e começou a correr para atacar. Concentrou as chamas verdes em seu pesado machado e atacou o mais forte que conseguiu. O barulho do ataque foi alto, porém nada efetivo, pois aquilo não eram escamas, era uma carapaça bem dura. Asmodeus desceu até onde Pietra estava e acertou ela com um chute, tão forte que afundou na montanha.

    – Tsc, sem lugar para a gente pisar vai ser difícil – pensava Ed – Já que é Asmodeus que dá as ordens, seria melhor acabar com ele? Mas, talvez, esse monstro fique descontrolado...

    Enquanto os selos estavam se defendendo dos ataques e Edward pensando no que fazer, Mikaela apareceu ao seu lado.

    – Precisam de Ajuda?

    Edward deu grito de susto.

    – DA ONDE VOCÊ SAIU, MULHER?!

    – Teletransporte – Mika riu. –Parece que a situação está complicada.

    – Precisamos ter alguma forma de pisar na água.

    – Só isso? Então eu cuido disso. Só que não vou conseguir ajudar em mais nada.

    – Relaxa, Mika. Separados já somos um perigo, imagina nós cinco juntos – terminou Ed com um sorriso.

    Mikaela girou o seu cajado e, emanando uma coloração roxa, cravou ele no chão, e uma linha se formou em direção a água. Quando o encontro aconteceu, uma camada roxa se formou na superfície da água. Aparentemente, Mikaela não poderia se soltar do seu cajado. Em seguida, os cinco pularam na superfície.

    – Certo, agora eu vou acabar com ele – disse Guerra.

    – Não use o despertar – avisou Ed.

    – O que?! Nem fodendo. Eu vou usa... – Guerra se auto interrompeu ao ver o rosto sério do Ed. – Entendido, capitão.

    – SELOS! – berrava Ed (aprendeu isso com Teach) – FORMAÇÃO... AH, VOCÊS SABEM QUAL A MERDA DE FORMAÇÃO!

    – Pode deixar – responderam eles sem a animação do Edward.

    Pietra juntou suas mãos, um círculo mágico foi criado entre as palvas, esticou seu braço direito em direção ao Leviatã e uma corrente mágica saiu de sua mão. A corrente mágica circulou o Leviatã, ao fazer isso, Pietra puxou a corrente com tanta força que apertou ele, impossibilitando que os tentáculos se movimentassem.

    Leviatã concentrou uma grande quantidade de mana em sua boca, entretanto, quando ia atirar, Dante saltou, concentrou suas chamas vermelhas em seu braço direito e o acertou na mandíbula. A bola de pura mana que Leviatã concentrava fora atirada para o céu, e, depois de um tempo subindo, ela explodiu deixando um grande clarão. A mandíbula do Leviatã já era, o soco do Dante foi tão forte que quebrou, deixando pendendo. Se não fosse a resposta rápida do Dante, com certeza aquele ataque destruiria Ounter.

    Pietra liberou suas chamas na corrente, fazendo com que Leviatã ficasse coberto por suas chamas verdes e o enfraquecesse, segundado sua energia vital. Aiken saiu correndo em direção ao Dante, saltou, parou em cima do braço direito do Dante e foi arremessado para cima. Aiken deixou seu corpo mais leve com suas chamas prateadas para ficar mais tempo no ar. Agora, com Edward ao seu lado, liberaram uma grande quantidade de chamas e começaram a ir em direção ao Leviatã.

    No “solo”, Guerra e Dante também liberaram uma grande quantidade de chamas e pularam para atacar. Pietra puxou a corrente ainda mais forte e liberou mais chamas. No instante em que os quatro iriam atacar o monstro ao mesmo tempo, os cinco gritaram:

    LÓTUS!

    Uma grande explosão aconteceu, deixando o lugar mesclando entre a coloração de suas chamas: azul, verde, vermelha, prata e amarela. Quando as chamas abaixaram, pedaços do corpo e das vísceras queimados estavam caindo do céu, como uma chuva. Mas Asmodeus ainda estava vivo, praguejando sem parar.

    – Desgraçados! Vou matar pelo menos um, seus filhos da puta!

    Asmodeus, caindo do céu como os selos, estava próximo ao Guerra. Ele juntou seus dedos, que tinha unhas afiadas, e usou seu braço direito para desferir um golpe, como se manejasse uma espada. Por estar no ar, com certeza esse ataque não daria certo, era apenas uma medida desesperada. Dito e feito, Guerra defendeu do ataque facilmente com sua espada, e, graças o rosto inexpressivo do Guerra, ele nem desconfiou que Edward estava perto dele. Então, tão fácil quanto cortar um papel, Edward cortou a cabeça de Asmodeus.

    Mikaela ficou sem mana, fazendo a chão improvisado se desfazer. Os cinco caíram na água.

    – É realmente uma pena – disse Ed saindo da água.

    – O que? – perguntou Pietra.

    – O Asmodeus ter enfrentado nós cinco de uma vez.

    – Verdade. Ficou até meio que mal aproveitado na história – concordou Dante também saindo da água.

    A Mikaela desceu correndo da montanha e foi em direção a eles. Ela estava agitada e gritando algo que eles não estavam conseguidos entender. Até que ela chegou mais perto e deu para escutar.

    – Uma caralhada de guerreiros, magos e soldados estão vindo para cá! –vociferava ela.

    – “Caralhada”? –perguntou Pietra. – E eu achando que era só Aiken que falava estranho aqui.

    – Não importa! Corram!

    Os seis idiotas saíram correndo na direção oposta, mas havia um grande problema: só havia água na direção oposta. Mas, graças ao Aiken que escorregou e saiu rolando em uma abertura na caverna, eles conseguiram achar um lugar parar seguir. Rindo e sem pensar duas vezes, eles também se jogaram naquela entrada.

    A queda não foi muito grande, logo já chegaram no fundo da caverna. De início, Edward pensou que poderia ser outra Dungeon, mas não sentiu nenhuma presença.

    – O que faremos agora? – perguntou Mika.

    – Dormir, é claro – respondeu Lizzie.

    Sem ninguém contrariar essa ideia, eles deitaram e dormiram em questão de segundos.

    Continua <3 :p

    Curiosidades:

    Lótus: É um ataque extremamente poderoso, em conjunto dos selos que envolve o trabalho dos cinco. A flor de lótus tem um significado de pureza espiritual, e é por isso que eles usam esse nome. Eles dizem que esse ataque traz pureza nos espíritos dos inimigos deles. Mas, na verdade, eles sabem que só explodem e queimam os inimigos com um grande poder mesmo.

    (Capítulo Remeke)


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!