Long Live Rock and Roll

escrita por Nandauchiha666
  • Em andamento
  • Capitulos 27
  • Atualizada 6 meses
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama, Hentai, Yaoi, Romance e Novela, Songfic (Musical), Suspense, Yuri

Tempo estimado de leitura: 4 horas

    Não recomendado para menores de 18 anos

    Capítulos:

    Capítulo 16

    Tirando Onde Com Um Ruivo...

    Álcool, Bissexualidade, Drogas, Hentai, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

    Capitulo 16 – Tirando Onda Com Um Ruivo...

    Sakura POV’s ON:

    Esse ruivo ta me encarando a um bom tempo. Acho que ta na hora de mostrar do que eu sou capaz em quatro rodas. Peguei meu skate e fiz um Ollie simples. Alguns skatistas começaram a olhar pra mim. Até porque eu era a única mulher dali.

    Fui até o corrimão e dei o impulso e fiz um lindo 50/50, os dois trucks deslizaram pelo corrimão e eu parei em cima do skate. Agora sim que os caras estavam pagando mo pau pra mim, muitos skatistas não conseguem fazer um 50/50 perfeitamente. Eu como pratico desde pequena peguei as manhas há muito tempo.

    Fiz mais um Ollie só que de 180. Olhei para o ruivo e ele sorriu para mim, não pude evitar em sorrir para ele também. Iria seduzir esse ruivo delicia 2. Sim Gaara era o primeiro ruivo delicia.

    Completei a manobra com um Flip e mais um Ollie. Estava definitivamente me exibindo, mas cai entre nois. Quem pode podê.

    O ruivo veio até mim e disse.

    - Eu gostei das manobras gracinha.

    - Hum. Que bom. – disse sorrindo.

    - E ai tem muito tempo que você anda? – perguntou-me ele.

    - Alguns anos. – disse simplesmente. Queria dar uma de difícil se é que me entendem.

    - Legal. E ai, aceita da um role comigo?

    - já é. Vamos?

    - Vamos.

    Ele subiu no skate dele e saiu a minha frente, eu subi no meu e comecei a segui-lo. Ele parecia ser uma boa pessoa, claro que para ter uma boa foda e depois dispensá-lo. Eu não sou de me agarrar a pessoas, não faz o meu estilo.

    Andamos durante algum tempo. Ele falava dele e eu contava um pouco sobre mim. Ele dizia que morava com sua avó no centro da cidade e que trabalhava na lanchonete todas as manhas e que a tarde era livre para ele.

    Descobri que ele também curtia rock. Parece que eu realmente vim parar numa cidade da hora, sabia de apenas uma coisa, não queria sair daqui tão cedo.

    - Então aceita ir pra minha casa?

    - Claro vamos lá.

    Andamos mais um pouco e chegamos a casa dele. Era muito bem organizada e limpa. Uma casa humilde, devo admitir. Gostei muito da simplicidade do lugar.

    - Então fique a vontade. – disse ele depois que fechou a porta de entrada.

    - Eu posso? – perguntei meia maliciosa.

    - Hai. – disse ele com um sorriso que me deixou molhadinha.

    - Mais então. Você me disse que cantava, canta algo ai pra mim ouvir sua voz. – disse querendo mudar um pouco de assunto.

    - Certo. Mais vou dizer que não canto lá muito bem. – disse ele.

    - Deixa disso e canta logo.

    - O. K.

    Ele sentou-se no sofá e respirou fundo para depois começar a cantar uma linda musica.

    ______________________***_________________***_________________________

    Who Wants To Live Forever – Queen

    There's no time for us

    There's no place for us

    What is this thing that builds our dreams

    Yet slips away from us

    Who wants to live forever?

    Who wants to live forever?

    There's no chance for us

    It's all decided for us

    This world has only one sweet moment

    Set aside for us

    Who wants to live forever?

    Who wants to live forever?

    Who dares to love forever?

    When love must die

    But touch my tears with your lips

    Touch my world with your fingertips

    And we can have forever

    And we can love forever

    Forever is our today

    Who wants to live forever?

    Who wants to live forever?

    Forever is our today

    Who waits forever anyway?

    (Tradução)

    Quem Quer Viver Para Sempre

    Não há tempo para nós

    Não há lugar para nós

    Que coisa é essa que constrói nossos sonhos

    E vai para longe de nós?

    Quem quer viver para sempre?

    Quem quer viver para sempre?

    Não existe chance para nós

    Está tudo decidido para nós

    Esse mundo tem somente um momento doce

    Reservado para nós

    Quem quer viver para sempre?

    Quem quer viver para sempre?

    Quem ousa amar para sempre?

    Quando o amor deve morrer?

    Então toque minhas lágrimas com seus lábios

    Toque meu mundo com a ponta dos seus dedos

    E poderemos viver para sempre

    E poderemos amar para sempre

    Para sempre é nosso hoje

    Quem quer viver para sempre?

    Quem quer viver para sempre?

    Para sempre é nosso hoje

    Quem espera para sempre, afinal?

    FIM!

    ________________________***_______________***_________________________

    No fim das contas eu fiquei de boca aberta. A voz dele era tão linda! Eu pude sentir a emoção da musica. Meu corpo todo ficou arrepiado com a voz dele. Não parecia um cara comum cantando e sim o próprio Freddie Mercury cantando. Era incrível.

    - Muito lindo! Você canta muito cara. – disse totalmente emocionada.

    Ele ficou um tanto corado e agradeceu.

    - Eu não sabia que cantava tão bem assim. Minha avó diz que canto, mas sabe como é né? Custa a acreditar na palavra dela. – ele explicou.

    Eu acabei rindo da frase. Ele transmitia uma alegria inexplicável para mim. Eu me sentia incrivelmente bem ao lado dele. Era incrível nossa sintonia. Tão incrível quanto eu e o Sasuke.

    - Bem mais e agora vamos para o que interessa? – perguntei me aproximando do sofá e sentando ao lado dele.

    - Hã? – perguntou confuso.

    Eu fiz sinal de negação com a cabeça e puxei ele em seguida para logo selar nossos lábios em um beijo.

    O que posso fazer se ele me encanta tanto? Eu não sei explicar caramba! É algo além de mim e dele. Talvez fosse essas paradas que dizem de encarnações.

    O beijo no começo foi lento e muito delicioso. Ele tinha um leve sabor de menta que fez meu corpo inteiro se acender. A pele do rosto dele era macia e muito quente. Nossas línguas dançavam devagar e lentamente. Eu queria guardar aquele beijo para sempre dentro de minha cabeça.

    Ele estava com uma mão em minha cintura e a outra na minha nuca, puxando-me lentamente para que o beijo pudesse ser mais profundo.

    Esse ruivo definitivamente chamou minha atenção. Desde o dia em que eu o vi pela primeira vez senti algo que não sabia definir, algo que crescia dentro de mim. De uma coisa eu tenho certeza. Amor não é. Talvez seja um tipo de amor, mas eu não sei qual é. Ainda não sei, mas que vou descobrir eu vou.

    Quando nos separamos do beijo ficamos nos olhando. Eu pude ver um brilho nos olhos dele. Ele não podia se apaixonar por mim. Isso definitivamente não podia acontecer. Se eu estivesse me apaixonando por ele isso seria ruim, não quero me envolver com ninguém. Sempre vejo pessoas que se arrepender em se envolver com alguém e ficam definhando na Terra e eu não quero isso pra mim.

    Mais e se tiver que ser assim? E se o meu destino estiver traçado pelo cara lá de cima? Eu sei que sou uma garota que comete muitos pecados, mas eu acredito muito em Kami-Sama. Jamais deixarei de acreditar nele e em seus planos para comigo. Talvez se eu tivesse que amar alguém, que essa pessoa me amasse também e que pudéssemos ser felizes juntos. Assim eu não sofreria.

    Kami-Sama a de fazer o melhor para mim. Ele jamais ia querer um filho dele sofrendo aqui em baixo. Eu ainda tinha que achar o meu verdadeiro propósito nesta Terra. Se naquele dia em que Naruto me jogou na piscina eu não morri é porque minha felicidade ainda chegara. Digo a minha real felicidade entendem?

    - Gostei muito de você Sakura. – disse o ruivo delicia dois.

    - Eu também.

    Continua...


    Somente usuários cadastrados podem comentar! Clique aqui para cadastrar-se agora mesmo!
    Compartilhe